Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como mensurar os resultados de treinamentos corporativos

Uma das maiores tendências sobre treinamentos corporativos é a capacidade de digitalizá-los. Cada vez mais instituições e profissionais de RH buscam por alternativas para treinar seus colaboradores de forma mais dinâmica e econômica.    Nesse cenário, a formação de profissionais na modalidade de educação online tem resultado na aquisição de todos os envolvidos no processo […]

Uma das maiores tendências sobre treinamentos corporativos é a capacidade de digitalizá-los. Cada vez mais instituições e profissionais de RH buscam por alternativas para treinar seus colaboradores de forma mais dinâmica e econômica. 

 

Nesse cenário, a formação de profissionais na modalidade de educação online tem resultado na aquisição de todos os envolvidos no processo nas mais diversas vertentes.

 

Mas como mensurar se o treinamento da sua empresa produz os resultados esperados?

 

Eficácia dos treinamentos corporativos

 

Seus funcionários realmente aprendem o que precisam? Usam esse conhecimento diariamente? Seu treinamento afeta a linha de frente de sua empresa? Vale a pena o investimento?

 

Para responder, vamos falar sobre algumas maneiras de medir a qualidade e a eficácia do seu treinamento, incluindo:

 

  • Controle de qualidade no desenvolvimento de treinamentos online.
  • 4 etapas de avaliação de treinamentos corporativos.

 

Cada um desses aspectos é importante para obter respostas às questões levantadas nesta discussão. Então, pegue um pedaço de papel e uma caneta. Vamos apresentar nossas dicas de como mensurar os resultados de treinamentos corporativos. 

 

Gestão de Qualidade

Garanta a qualidade da formação a distância e tenha mais resultados!

 

Antes de terminar o treinamento online ou fazer o upload para o LMS (Learning Management System), você precisa procurar por possíveis erros.

 

Isso parece muito óbvio e a maioria de nós faz algum controle de qualidade do trabalho. No entanto, na maioria dos casos, isso não é feito de forma sistemática.

 

Uma maneira de começar é criar uma lista de verificação. As listas de verificação são úteis para avaliar a qualidade do treinamento antes da implementação.

 

É mais fácil medir a qualidade nas etapas finais (por exemplo, o impacto do treinamento entre os funcionários), mas é importante estar ciente dos fatores mais óbvios, como o design educacional e a tecnologia utilizada.

 

As listas de verificação de controle de qualidade não apenas ajudam a identificar e corrigir problemas antes que sejam acessados ​​pelos funcionários, como também ajudam a identificar oportunidades para melhorar o treinamento de sua empresa.

 

Identificar os problemas mais frequentes o ajudará a desenvolver as melhores práticas para garantir a consistência dos projetos atuais e futuros. Afinal, você não vai cometer o mesmo erro repetidamente, certo?

 

falar com um consultor

Veja um exemplo:

 

Validação de scripts, storyboards e conteúdo

Valide todo o treinamento observando os efeitos de ensino de design e mensagem, erros gramaticais e clareza que precisam ser comunicados. Esse processo de validação abrange todo o projeto, desde a fase inicial até a fase de criação do script.

 

Usabilidade

A facilidade de uso deve ser considerada ao projetar o treinamento e o desenvolvimento do storyboard. A forma de exercício é a mais adequada? O conteúdo do treinamento está fácil de compreender? É fluido e atraente?

 

Teste funcional

Revise os recursos de treinamento durante o desenvolvimento e antes de distribuí-los aos funcionários. O teste deve incluir a interface do usuário, navegação e pontos de interação, entre outros requisitos técnicos.

 

4 etapas de avaliação do treinamento

Reação, avaliação, aplicação e impacto

 

A qualidade do treinamento já foi verificada e agora está à disposição dos colaboradores. Trabalho finalizado? Não!

 

Para medir o valor do treinamento, é necessário avaliá-lo quando os funcionários o finalizam, por meio da sala de aula ou do LMS.

 

Um dos meios  utilizados para a medição é o método Kirkpatrick e sua avaliação em quatro etapas:

 

Reação

As reações dos funcionários aos treinamentos corporativos irão guiá-lo.

Nesse momento, você  deve considerar todos os elementos de tecnologia, ferramentas de suporte, instrutores, gerenciamento etc. Isso fornecerá informações para identificar possíveis motivos para resultados negativos, como a falta de engajamento.

 

Aprendizado

Aqui, você avalia se os funcionários realmente aprenderam algo útil com o treinamento.

É possível avaliá-los durante o treinamento em si, através de testes e/ou exercícios práticos. 

 

Aplicação 

Agora, é hora de avaliar se os colaboradores estão aplicando o que aprenderam durante o treinamento no dia a dia de trabalho.

É válido observar e entrevistar pessoas nos meses seguintes ao treino. Isso também envolve a participação de gestores. Com o envolvimento das lideranças, fica mais fácil colher feedbacks e avaliar se os treinamentos corporativos aplicados geraram resultados. 

 

Impacto 

Compare dados estatísticos para monitorar como estavam os funcionários antes, durante e após o treino. Uma boa ferramenta de LMS (sistema de gerenciamento de aprendizagem) fornece dados úteis e integrados, que podem ser muito úteis na hora de avaliar os resultados dos treinamentos corporativos. 

 

E, caso queira mais dicas sobre como avaliar os resultados dos seus treinamentos corporativo, confira este e-book

3 dicas de gestão remota para uma equipe de alta produtividade
Como melhorar a comunicação corporativa? 5 dicas de ouro

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.