Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Os 9 melhores livros sobre liderança para o líder do futuro

Conheça as principais dicas de livros famosos e conceituados de grandes autores sobre liderança para você se inspirar e ser um bom líder.

livros-sobre-liderança

Nos últimos anos, o papel do líder dentro das empresas passou por diversas mudanças e questionamentos.

Todo bom gestor deve estar atento a essas transformações se quiser manter sua equipe motivada e entregando bons resultados para a empresa.

Uma das melhores formas de se manter atualizado é através da leitura. Por isso montamos uma lista com os nove melhores livros sobre liderança para o líder do futuro. Confira:

1. O Poder do Hábito — Charles Duhigg

O jornalista norte-americano Charles Duhigg e ganhador do Prêmio Pulitzer revolucionou o modo como as pessoas vêem seus hábitos (e, como consequência, sua produtividade) com “O Poder do Hábito: por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios” , publicado em 2012.

O livro é dividido em partes e tem base em centenas de artigos acadêmicos, entrevistas com mais de 300 cientistas e executivos, além de explorar casos reais e bem sucedidos de mudanças de hábito.

Na primeira, o leitor entende como os hábitos são formados e essa é uma das principais lições da obra: o loop do hábito, formado por deixa + rotina + recompensa. Esse ciclo viciante faz com que seja muito difícil quebrar hábitos ruins.

A segunda parte do livro foca nos principais hábitos de organizações bem-sucedidas e traz exemplos reais de empresas como Starbucks. O objetivo é mostrar como a mudança na rotina fez com que corporações como essa aumentassem seu rendimento e se tornassem referências em todos os segmentos.

2. 7 Hábitos das pessoas altamente eficazes — Stephen Covey

Stephen Covey usou uma fábula da galinha dos ovos de ouro para formular a teoria da eficácia.

De acordo com o autor norte-americano, é necessário ter um equilíbrio entre o que uma pessoa produz e a sua capacidade de produzir: se ela produz além da sua capacidade, rapidamente ficará exausta. Por outro lado, se ela produzir abaixo, é o tempo que está em jogo.

Todos os sete hábitos desenvolvidos por Covey seguem essa harmonia e afirmam que uma pessoa é capaz de ser eficaz, em contraponto com a ideia que essa característica é natural do indivíduo.

Os três primeiros hábitos envolvem o autodomínio, ou seja, aquilo que depende exclusivamente de você, e buscam desenvolver a independência. Os três hábitos seguintes falam do relacionamento interpessoal – como melhorar a comunicação, melhores práticas para trabalhos em equipe e cooperação.

Por fim, o último hábito volta a focar no indivíduo: é a renovação, um aprimoramento constante que levará a pessoa a alcançar o objetivo desejado.

3. A essência do líder — Warren G. Bennis

Warren G. Bennis foi um estudioso americano considerado um dos maiores pioneiros no campo contemporâneo de estudos de liderança.

Não à toa, foi conselheiro de quatro presidentes dos Estados Unidos e consultor de diversas empresas que entraram no FORTUNE 500, ranking que lista as maiores corporações norte-americanas.

Bennis chegou a esse patamar por ser movido por uma pergunta: o que faz um bom líder? Com esse questionamento em mente, o falecido escritor entrevistou gestores de diversos segmentos (Economia, Artes, Ciências, etc) para entender o que é preciso para levar os subordinados a realizar um bom trabalho.

Uma das suas maiores crenças era que “a liderança é como a beleza: difícil de definir, mas sabemos que estamos diante dela quando a vemos”.

Esse livro é essencial para aqueles que pretendem desenvolver suas habilidades enquanto gestores.

Para o autor, o mundo corporativo precisa de líderes em vez de chefes e, para isso, monta um guia prático que começa definindo o que é liderança.

Ao longo da obra, Bennis traz oportunidades e desafios que visam inspirar as gerações seguirem a repensar seu papel dentro das organizações.

4. Mais Rápido e Melhor — Charles Duhigg

Depois de mudar o modo como milhares de pessoas veem seus hábitos e ficar quase três anos na lista dos mais vendidos do New York Times, Charles Duhigg lançou outro livro revolucionário.

Na introdução de “Mais Rápido e Melhor”, o autor afirma que a chave para produtividade não é “simplesmente trabalhar ou suar mais”.

O livro começa com a história de Atul Gawande, um homem que aos 46 anos era professor associado de Harvard, cirurgião renomado de um dos melhores hospitais do país, participava do quadro fixo de redatores de uma revista prestigiosa, consultor da Organização Mundial da Saúde, autor de três best-sellers, casado e com três filhos.

Duhigg queria entender como pessoas como Gawande conseguiam ser tão produtivas e para isso, passou quatro anos conversando com neurologistas, psicólogos e outros especialistas para entender como funciona a produtividade.

Uma das conclusões mais interessantes da obra é que o conceito de produtividade é único para cada pessoa. O único elemento em comum dentro dele é que a tarefa desempenhada, seja ela qual for, só é alcançada através da criação de hábitos. Nesse momento, o autor une os ensinamentos desse livro com seu primeiro best-seller, O Poder do Hábito.

Os exemplos dados na obra não oferecem solução mágica para os problemas de uma corporação, mas com certeza oferecem insights poderosos para potencializar a produtividade da sua equipe.

5. Ágeis e inovadoras — Adam Bryant

O jornalista Adam Bryant, colunista do New York Times, recorreu a diversos profissionais e histórias verídicas para escrever o livro Ágeis e Inovadoras – CEOs Ensinam Como Criar Empresas de Sucesso.

Ao conversar com o alto escalão de diversas empresas de alcance mundial, o autor reúne os principais desafios que empreendedores encontram na hora de fazer o seu negócio prosperar.

Os entrevistados foram citados por nome e entregam ao leitor observações ricas sobre o ambiente de trabalho, além de resoluções para problemas vividas nas corporações citadas.

A leitura é bem simples e se adequa a todos os tipos de empreendedores, desde os já bem sucedidos até aqueles que estão dando seus primeiros passos no próprio negócio.

Com a obra, é possível responder dúvidas básicas sobre a área e até mesmo se aprofundar em questões que vão mudar o modo como o gestor atua com a sua equipe.

6. Um novo jeito de trabalhar — Laszlo Bock

Todo mundo quer saber: o que o Google faz para ser uma das empresas mais criativas e bem-sucedidas do mundo? A resposta veio de Laszlo Bock, que por dez anos foi Senior Vice President de People Operations – é assim que a empresa intitula a área de pessoas, e não Recursos Humanos – da empresa.

Os principais casos de sucesso e fracassos foram documentados no livro “Um Novo Jeito de Trabalhar”, que ganhou o selo de best-seller do New York Times e do Wall Street Journal.

De acordo com Bock, “nós passamos mais tempo trabalhando do que fazendo qualquer outra coisa na vida. Não é certo que a experiência do trabalho seja tão desmotivante e desumano”.

O autor usa economia comportamental e psicologia para provar seu ponto de vista, revelando no caminho os motivos que levam o Google a ser considerado constantemente um dos melhores lugares do mundo para se trabalhar.

Em resumo, os três principais pilares são: a empresa é extremamente criterioso na seleção de novas pessoas.

“Um Novo Jeito de Trabalhar” mostra caminhos para encontrar um equilíbrio entre a criatividade e a rotina e deve ser lido por líderes que querem reconstruir a empresa de dentro para fora e não top-down.

7. Good to Great: Empresas feitas para vencer — Jim Collins

Jim Collins é o nome mais cobiçado no mundo dos negócios atualmente. Autor de best-sellers, professor, mestre e doutor em Administração, é um dos consultores de negócios mais respeitados do mundo e foi eleito pela Revista Forbes como uma das 100 maiores mentes vivas da área de negócios.

Sua trajetória o inspirou a escrever seis livros que aumentaram ainda mais seu status como referência para administradores e empreendedores. Sua obra mais famosa é Good to Great: Empresas feitas para vencer, lançado em 2001 e que ainda figura na lista dos livros de negócios mais vendidos no Brasil e no mundo.

Considerado pela Time Magazine um dos livros de negócios mais importantes de todos os tempos, essa obra se propõe a responder como empresas boas, medianas e até mesmo as ruins podem atingir uma qualidade duradoura.

Collins traz exemplos reais de como grandes corporações triunfaram ao longo dos anos e como o desempenho sustentável a longo prazo pode ser inserido no DNA de uma organização desde sua concepção.

O autor baseia seus argumentos em entrevistas realizadas com CEOs e presidentes de onze grandes empresas, que ele analisou ao longo de cinco anos.

Os executivos compartilharam seus opiniões sobre os sucessos e fracassos das companhias em que atuam e muitos conceitos-chaves abordados vão contra a cultura de negócios moderna.

8. Faça Acontecer — Sheryl Sandberg

Dos 195 países independentes no mundo, apenas 17 são governados por mulheres. No mundo empresarial, a porcentagem feminina em papéis de liderança é ainda menor.

Um dos poucos exemplos que quebram a hegemonia masculina é Sheryl Sandberg, COO do Facebook, ex-vice-presidente de operações do Google e uma das dez mulheres mais poderosas do mundo de acordo com o ranking da revista Forbes.

No livro Faça Acontecer, lançado em 2013, a autora conta sua história e conquistas como esposa, mãe e executiva.

Durante toda a obra, Sandberg pauta seu discurso em pesquisas e não tem medo de admitir suas próprias fraquezas. O foco central está em como as mulheres podem tomar as rédeas de suas próprias carreiras e crescer profissional em uma área tão dominada pelos homens.

A novidade que a autora traz é controversa, porém necessária para a discussão: não são só as barreiras sociais que limitam a ascensão das mulheres aos cargos de liderança.

A falta de autoconfiança e a auto sabotagem faz com que muitas empresárias se coloquem para trás e inibem seus próprios processos de evolução.

9. O Milagre da Manhã — Hal Elrod

O livro escrito por Hal Elrod traz uma ideia incrível, com seis exercícios para qualquer pessoa praticar no horário da manhã.

De acordo com o seu autor, o tal milagre da manhã é “fundamental na conquista de todos os seus sonhos e na transformação de sua vida”. A promessa atraiu milhares de leitoras e fez com que o livro ficasse entre os mais vendidos no Brasil por quatro meses seguidos em 2018.

A ideia para “O Milagre da Manhã” surgiu em 2009, no meio da grave crise financeira que assolou os Estados Unidos. Atolado em dívidas, Elrod resolveu um acordar mais cedo do costumava fazer e foi correr para arejar a cabeça.

Nos fones, um áudio de desenvolvimento pessoal afirmava que “seu nível de sucesso raramente excederá seu nível de desenvolvimento pessoal, pois o sucesso é algo que você atrai pela pessoa que se torna”.

Esse foi o gatilho para o autor entender que o seu desenvolvimento pessoal deveria ser prioridade.

Desde então, Elrod desenvolveu o hábito de acordar mais cedo para dedicar a primeira hora dos seus dias para atividades simples, porém poderosas, de autodesenvolvimento.

Com as conquistas acumuladas por causa da prática, o autor escreveu um livro compartilhando o método que consiste basicamente em acordar de 30 a 60 minutos mais cedo do que o costume todos os dias e usar esse momento para melhorar a si mesmo.

A conexão interna aumenta o nível de produtividade e influencia diretamente na equipe ao seu redor, que passa a ficar mais motivada.


Cada livro da lista traz um ensinamento diferente que deve ser aplicado na rotina daqueles que querem melhorar suas habilidades enquanto gestor.

Assine a nossa newsletter e acompanhe o blog para receber as melhores informações sobre o mundo empresarial e do empreendedorismo.

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Filmes para empreendedores: os 8 melhores filmes sobre empreendedorismo
Bonificação por resultados: o que é e quais critérios utilizados ?

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.