Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como a gestão por competência pode beneficiar seu RH?

A Gestão por Competência está bastante presente dentro da gestão de Recursos Humanos, pois as corporações vêm buscando o melhor aproveitamento de seus colaboradores. Isso porque a gestão por competência é uma gestão focada em saber as competências exatas que a empresa precisa e se os seus profissionais estão exercendo as funções certas. Com isso, […]

gestão por competência

A Gestão por Competência está bastante presente dentro da gestão de Recursos Humanos, pois as corporações vêm buscando o melhor aproveitamento de seus colaboradores. Isso porque a gestão por competência é uma gestão focada em saber as competências exatas que a empresa precisa e se os seus profissionais estão exercendo as funções certas. Com isso, é possível identificar as formas de desenvolver talentos dos profissionais.

O que é Gestão por Competência

A Gestão por Competência é um método utilizado para coordenar competências e tarefas que dependem umas das outras. Essas competências englobam:

  • conhecimentos (intelectual, teórico);
  • habilidades (prática, competências técnicas;
  • atitudes (comportamento humano, valores, sentimentos e emoções).

Cada pessoa tem suas particularidades. Sendo assim, identificam-se todas as suas características para serem usadas a favor da empresa, da equipe, e de si próprio para melhorar o rendimento. Pois, através das competências do profissional, é que medimos a entrega de resultados.

O processo seletivo e a gestão por competência

Antes de pensar na implantação de gestão por competência, deve-se pensar em realizar um bom processo seletivo. Com a contratação de profissionais alinhados com a cultura, missão e valores da empresa, a gestão por competência será mais simples. Quando o perfil do funcionário está adequado ao que a empresa precisa, a necessidade do treinamento acaba sendo diferente. Por isso é importante selecionar bem os candidatos. Visto que a gestão por competência exige investimento em recursos e tempo para treinamento, a contratação dos profissionais certos podem poupar esses investimentos.

Como identificar as competências dos colaboradores?

Os recursos humanos das organizações buscam, na maioria das vezes, candidatos que atendam aos mesmos requisitos. Proatividade, saber trabalhar em equipe, saber se relacionar com os colegas de trabalho é o que os RHs mais procuram. Mas dentro de uma equipe há profissionais que podem ter a mesma formação acadêmica, porém não terão o mesmo desempenho. Independente da aptidão técnica, o que irá destacar os colaboradores no ambiente de trabalho são suas competências e personalidade.

Para entender cada indivíduo dentro da dinâmica de sua equipe, a gestão de pessoas precisa identificar as competências que cada colaborador tem e as que serão necessárias para as suas funções. E, com isso, relacionar com as competências básicas da empresa. Esse procedimento é fundamental porque as empresas enxergam seus funcionários como diferencial competitivo de mercado.

Essa etapa inicial é o mapeamento comportamental. É a partir daí que a gestão de pessoas pode desenvolver as estratégias para desenvolvimento e treinamento de pessoas.

Se para você o mapeamento comportamental é uma novidade,  uma maneira de fazê-lo com praticidade é através do software da Solides.

Desenvolvimento de pessoas

É inevitável que não haja algum tipo de pressão ou expectativa em cima de profissionais nas empresas. Não poderia ser diferente, pois a organização está apostando neles para agregarem valor e trazer bons resultados. Para que colaboradores tenham êxito em suas carreiras, é preciso desenvolvê-los. O desenvolvimento e treinamento eficientes irão potencializar as competências e habilidades . Com isso, eles terão sucesso em suas funções e, até mesmo, alcançarão novas colocações no mercado.

Treinamento corporativo

O investimento em treinamento de funcionários traz retorno de benefícios a longo prazo. Não é da noite para o dia que os colaboradores estarão prontos e mais produtivos. Requer tempo e paciência para que cada um apresente avanços nas suas rotinas de trabalho.

O treinamento é uma forma de tornar o colaborador apto a realizar determinada tarefa e atingir um objetivo. Pode ser que o treinamento seja aplicado apenas para uma ocorrência imediata ou para necessidades recorrentes e/ou futuras. Ele é considerado atualmente um mecanismo para aperfeiçoar competências e possibilitar uma maior colaboração dos funcionários com a empresa. Além de criar um engajamento maior.

O mapeamento de competências, citado anteriormente, é o que possibilita desenvolver um treinamento compatível com as necessidades dos colaboradores. Com base nele, a empresa consegue direcionar corretamente as atividades e recursos nos treinamentos. Isso pode ser de maneira presencial ou online.

Para algumas empresas, faz mais sentido investir em treinamento online. Essa modalidade de treinamento vem crescendo muito nos últimos anos. De acordo com a realidade de cada organização, pode ser a melhor opção.

Para realizar treinamentos online, a própria empresa desenvolve seu conteúdo e disponibiliza através de uma plataforma online. Nós da Edools temos a plataforma de ensino à distância que mais se adapta ao que você precisa. Entre em contato conosco para saber mais sobre nossos serviços.

O que mais a gestão por competência beneficia?

Mais do que beneficiar diretamente os funcionários e contribuir para os resultados da empresa, a gestão por competência também beneficia o RH e sua produtividade. Os processos rotineiros da gestão de pessoas são agilizados e otimizados. Além disso, outra vantagem para os recursos humanos da organização é em relação às metas estratégicas da empresa. Os investimentos em treinamento de colaboradores são alinhados de maneira mais assertiva.

A gestão por competência ajuda a empresa a se planejar em relação ao seu futuro. Uma vez que permite o alinhamento das competências fundamentais para o bom funcionamento e desenvolvimento com os objetivos e estratégias.

Quanto à carreira dos colaboradores, é através da gestão por competência que se evitam promoções inadequadas de profissionais despreparados. Dentro disso, também contribui para planos de carreira mais justos. Como consequência, as lideranças futuras serão mais qualificadas. Essas lideranças qualificadas poderão ocupar outros cargos ou a mesma posição em outras empresas. Isso contribuirá para um mercado com profissionais mais competentes.

Considerando as vantagens de gerir recursos humanos por meio das competências de cada funcionário, vimos que esse modelo de gestão faz com que as áreas da empresa estejam conectadas e progredindo juntas. Não se trata apenas de desenvolver colaboradores através de treinamento, mas atingir a organização de maneira mais completa. Por isso, vale a pena investir nesse tipo de gestão, mesmo que os resultados não sejam urgentes. Deve-se pensar em como os resultados a longo prazo serão até mesmo melhores que os esperados para soluções imediatas.  

Depois dessas informações, você agora considera (ou já considerava) aderir a gestão por competência? Compartilhe conosco sua opinião ou dúvida nos comentários.

Até o próximo artigo!

O que a Starbucks pode nos ensinar sobre EAD?
Proatividade: como desenvolver uma equipe com iniciativa?

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.