Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como se tornar um estudante online de sucesso?

Descubra quais os desafios enfrentados por um estudante online e como superá-los

estudante-online

O estudante online tem uma rotina de aprendizado diferente do aluno da modalidade presencial. São facilidades e desafios diferentes.

Os cursos online possibilitam ao aluno estudar de qualquer lugar, à qualquer hora e estar no centro do próprio aprendizado. No entanto, ao mesmo tempo que esses são pontos muito favoráveis, podem ser o ponto fraco para aqueles que não sabem administrar o ensino.

Porém, nesse artigo vamos te mostrar como se tornar um estudante online de sucesso.

Nesse artigo, você irá encontrar:
Qual a dificuldade do estudante online?
Como se manter motivado?
Mãos à obra

Qual a dificuldade do estudante online?

No ensino a distância o estudante online é o próprio chefe. Isto é, é ele quem deve se policiar quanto ao foco, frequência, rotina.

O papel do professor online é ensinar e acompanhar, mas a cobrança deve ser feita pelo próprio aluno, que de fato é o maior interessado nos resultados. Se o estudante online deixa de executar as tarefas, assistir às aulas e revisar, é ele o grande prejudicado. E é nisso que ele deve pensar ao gerir o aprendizado.

De fato o EAD tem métodos e estratégias para prender a atenção do aluno. Aulas curtas e dinâmicas, ilustrações, materiais complementares. Todos esses são artifícios aplicados nos cursos online. Mas essas técnicas só chegam até o aluno se primeiro ele parar para assistir às aulas.

Por isso é tão importante que o estudante online colabore. É ele o ponto de partida para alcançar os resultados.

Outro ponto é que, na internet a oferta de distrações é ainda maior. O entretenimento está a um clique. Por sua variedade de usos, o que vai definir o rumo tomado é o foco do aluno.

Sabemos que depois de um dia cansativo, o logo da Netflix é mais atrativo que o do curso online. Exatamente por isso o estudante precisa ter em mente suas motivações para resistir às distrações.

Como se manter motivado?

Ao se sentir desestimulado a separar um tempo para o curso, pense nos motivos que te levaram a começar.

Se você já se matriculou em um curso, certamente teve bons motivos. O mais comum é a competitividade do mercado de trabalho, que exige profissionais cada vez mais qualificados. E esse motivo por si só já carrega certa responsabilidade.

Então quando a vontade de procrastinar aparecer, repasse mentalmente suas motivações. Por que me matriculei no curso? Como vou me sentir se concluir o curso? O que vou ter de positivo caso termine o curso? Manter frescas essas respostas vão te ajudar.

E se mesmo assim você continuar desestimulado, imagine a seguinte situação. Digamos que você é um empreendedor e resolve investir em uma empresa. O que você espera é que aquela empresa obtenha sucesso para que haja lucro pelo investimento, certo? Agora imagine que o sucesso dessa empresa depende do seu trabalho.

Nos cursos online é exatamente assim. Você é o investidor e o sucesso da empresa, no caso o seu aprendizado, depende de você mesmo. Quer motivo melhor que esse para se dedicar ao curso?

Mãos à obra

Na prática, há uma série de atitudes para se tornar um estudante online de sucesso.

Alguns estudantes procuram separar um lugar específico da casa e tornar o “espaço do estudo”. Assim, ao ficar naquele local, o aluno sente que precisa se concentrar e se desvencilha das distrações. Esse lugar deve ter boa iluminação, uma mesa, papel e caneta para anotações, e claro, um computador com internet para assistir às aulas.

No entanto, há estudiosos, como o psicólogo Robert Bjork, que dizem que estudar em lugares diferentes ajuda na memorização cerebral. Isso porque, o cérebro associa informações ao contexto que se apresentam. Ter essa mudança de contexto estimula o processamento e facilita a guardar a informação.

Ou seja, é relativo o que funciona melhor. Cada aluno vai se sentir confortável com um dos métodos. Fica a critério dele, através da experimentação, descobrir o que é ideal em seu caso.

Mas pensando em práticas essenciais para o bom desempenho ao longo do curso podemos citar a organização, frequência, exercícios, interação e materiais complementares.

Organização

Pode parecer clichê, mas a organização é um ponto importantíssimo no ensino a distância. Na maior parte dos casos, o aluno EAD precisa dividir o tempo entre trabalho, família, lazer e o curso online.

Para dar conta de tudo, o planejamento é crucial. Delinear na teoria o que será feito na prática faz toda diferença.

Para auxiliar nisso, sugerimos o uso de uma agenda, online ou não. Agendas e planilhas criam uma visão planificada e amplificada de todos os afazeres. Usar esses recursos ajudam o aluno a ordenar e estruturar uma sequência lógica de como executar cada um.

Frequência

O primeiro fator de que o curso não vai bem é a frequência do aluno. Por isso, é também esse um dos principais fatores que carecem de atenção. Dificilmente os resultados serão bons se o estudante não assiste às aulas. E como já disse, o principal afetado pela ausência de resultados é o aluno.

Outro ponto é que muitos cursos online estipulam um prazo limite para conclusão. Nesse caso, a procrastinação é ainda mais perigosa. Por isso é preciso que o aluno se planeje e defina quantas aulas terá que assistir por semana.

Sem seguir a frequência do planejamento, é provável que não haja tempo hábil para concluir o curso. E mesmo que o aluno consiga terminar de última hora, a experiência quanto ao aprendizado não vai ser a mesma de quem manteve uma regularidade.

Exercícios

Assim como no modelo presencial, no aprendizado online os exercícios são fundamentais. Através deles o aluno consegue visualizar melhor o conteúdo e seus desdobramentos.

Exercitar o conteúdo ajuda muito na memorização. Voltando ao estudo Desirable Difficulties, Robert Bjork afirma que fixamos melhor conteúdos que são apresentados mais de uma vez. Isso acontece pois o cérebro entende que, se aquela informação está sendo mostrada mais uma vez ela é de alguma forma importante.

Ao fazer os exercícios, o cérebro está mais uma vez em contato com aquele tema, o que reforça a memória. Além de ser o momento de perceber quais conteúdos tinham passado despercebidos anteriormente.

Dessa forma, os exercícios servem também como um teste para o estudante. Por meio deles, é possível identificar em quais conteúdos o aluno não performou bem e então reforçá-los.

Interação

A interação não é importante puramente para o lazer. É claro que esse quesito também é importante, afinal, em situação de alto estresse é difícil se concentrar.

No entanto, a interação tem um papel além do entretenimento social. Ao interagir, associamos aquelas pessoas à atividade que nos une como grupo. Em termos práticos: quando formamos amigos através de um curso, nos sentimos estimulados a continuar.

Não pense que isso se adequa apenas ao ensino presencial. Em uma plataforma EAD tecnológica e preocupada com a performance do ensino, há a possibilidade de interagir com o professor e até mesmo com outros alunos.  

Esses recursos são excelentes tanto para interação propriamente dita como os frutos que podem ser colhidas através dela. Isto é, tirar dúvidas, estimular debates, trocar experiências.

Materiais Extras

Ainda que o curso tenha uma ementa excelente, é muito valioso complementar o estudo com materiais extras. Como já se sabe, com um mercado de trabalho exigente, ficar atualizado é essencial e capacitação nunca é demais.

Os materiais podem ser e-books, webinares, infográficos, pesquisas. Podem até não ser materiais, como rodas de conversa com grupos de estudo.

Ter esse reforço vai aumentar o background do estudante online, o que vai ajudar tanto dentro do curso quanto no objetivo final: sucesso.

Engajamento de colaboradores: como criar em prol dos objetivos empresariais?
Avaliação de desempenho na prática: o que é, modelos e dicas

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.