Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Workshop: o que é e como ter os melhores resultados

No artigo abaixo você vai entender o que é um workshop, porque usar e quando não usar na capacitação de colaboradores e outras dicas que farão a diferença no dia-a-dia da sua empresa.

workshop

Você já deve ter ouvido falar sobe oficinas. Sim, aquelas em que você aprende a fazer algo, como nas oficinas de arte, teatro, culinárias, entre outras. Se você sabe como funciona uma ou o que é, independente do tema, não vai ter dificuldade em entender melhor sobre “workshop”. Esse termo – em inglês- é muito usado no mundo de empreendedores, startups, negócios em geral e comunicação.

Oficinas e workshops funcionam de forma semelhante. A diferença é que a oficina é mais voltadas para trabalhos manuais enquanto um workshop é bastante usado em empresas e por empresas.

Fique tranquilo! Vamos explicar com calma os conceitos e lhe dar dicas sobre workshop.

Aqui você encontrará os seguintes tópicos:

O que é um workshop?

O workshop é um tipo de evento empresarial mais sintetizado que um curso e que trabalha com o tema específico anteriormente determinado. Trata-se de um treinamento voltado a questões específicas e tem como diferencial a aplicação de atividades práticas.Os workshops normalmente são conduzidos por um ou mais mediadores e não costumam ter uma duração muito longa, já que focam na produtividade.

Em resumo, o workshop é um evento corporativo mais dinâmico e produtivo, que propõe a participação ativa do público, por exemplo, por meio de debates e trocas de experiências. Ao contrário de outros formatos de eventos corporativos, onde o público atua mais como expectador passivo.

Workshops nas empresas

Uma empresa só se torna líder de mercado quando seu time de funcionários está motivado e comprometido com o negócio. Dessa forma, quando bem executados, workshops nas empresas contribuem para a qualidade técnica e emocional de seus funcionários, e consequentemente, melhoram a performance da organização.

Os eventos corporativos mais comuns

Palestras, treinamentos e cursos são geralmente oferecidos pelas próprias empresas e aplicados por coachs, psicólogos, especialistas e outros profissionais na área de atuação. Cada metodologia dessas diferem de acordo com o objetivo, a duração e a intensidade.

Saiba um pouco mais de cada uma:

Palestra: reunião de pessoas com curta duração (cerca de 1 ou 2 horas) e que se concentra no discurso de apenas uma pessoa. O objetivo das palestras é informar ou ensinar sobre determinado tema. Geralmente, no final dessa apresentação há um espaço para perguntas e respostas – sendo essa a única interação entre plateia e palestrante.

Treinamento: neste tipo de método, o objetivo é capacitar o profissional para determinada área ou assunto. Durante o treinamento, as pessoas aperfeiçoam suas habilidades a respeito do seu ramo para depois aplicá-la na vida profissional. Há diversos tipos de treinamento e a duração pode variar de acordo com a característica, podendo ser dividido por etapas ou fases.

Curso: nesta modalidade, a característica principal é a formação e profissionalização. A pessoa aprende sobre determinado assunto/área. Pode envolver tanto teoria quanto prática na sua grade curricular e explana sobre diversos temas dentro do assunto proposto no curso. A sua duração pode variar muito, de semanas a meses, dependendo da quantidade de aulas disponibilizadas por semana ou período.

Quais são as vantagens e desvantagens de workshops na empresa?

Os workshops acontecem por meio de processos de aprendizagem em que habilidades específicas são estimuladas e desenvolvidas em equipe, de forma rápida, objetiva e direta. Ou seja, workshops na empresa são voltados para o crescimento pessoal e profissional em nível de conhecimento, habilidade e atitude.

Assim, as principais vantagens obtidas com eles são:

  • economia e conveniência, já que os workshops podem ser realizados na empresa, o que reduz gastos com deslocamento da equipe;
  • procedimentos e práticas ajustadas à realidade e necessidades da organização e seus colaboradores;
  • engajamento dos funcionários na cultura da empresa;
  • incentivo a atitudes que colaborem para o desenvolvimento da organização;
  • favorecimento de atitudes proativas;
  • adaptação para lidar com mudanças de processos internos;
  • preparação pessoas para novos cargos;
  • comunicação e interatividade;
  • redução de custos na busca por objetivos empresariais.

Em contrapartida, apesar de as desvantagens de um workshop não serem muitas, é necessário que haja um espaço físico para alocar o evento. E, nem sempre, é possível ter este espaço por questões financeiras, logísticas, e etc. Por isso, nesta situação, depender de um local acaba se tornando uma desvantagem do workshop em relação a outras opções. Isso porque, hoje em dia, é possível ensinar até de maneira online através de cursos, palestras, webinars, entre outros.

Outro ponto importante para ser levado em consideração é que workshops costumam ter um foco na prática, exigindo que os participantes tenham um certo nível de conhecimento teórico sobre o tema a ser trabalhado. Nesse caso, para adquirir conhecimento teórico, o mais adequado seria uma palestra, por exemplo.

Com isso, concluímos que o uso do workshop é válido por diversas maneiras. Mas, antes de decidir por ele, é de suma importância que se avalie as condições financeiras para a realização, a disponibilidade de um espaço físico para alocar o evento, o público-alvo envolvido, o tema e como ele será trabalhado e o nível de conhecimento dos participantes sobre esse tema. Esses são os principais pontos a serem considerados antes de começar a de fato organizar o workshop.

Quais os resultados que o workshop traz para a empresa?

– Para treinamentos:

Com o workshop dentro da empresa, é possível ajustar os temas e questões a serem trabalhadas dentro da realidade cotidiana da empresa e de seus colaboradores. Isso faz com que os conceitos sejam mais bem percebidos e assimilados pelos funcionários, aumentando a eficiência do treinamento personalizado.

Dessa forma, os participantes trabalham nas suas questões reais e criam planos de ação e estratégias, a fim de lidarem com elas de forma mais integrada às necessidades da organização.

– Confiança dos colaboradores:

Como os workshops são práticos e podem acontecer dentro da própria empresa, os colaboradores se sentem mais confiantes para exercerem seus cargos, além de se sentirem mais capazes para avaliar e executar processos, já que todo o curso é desenvolvido dentro da realidade deles. Como consequência, eles caminham mais seguros para propor melhorias e sugerir inovação para a empresa.

É nesse ponto que a empresa também ganha. Com os profissionais confiantes com o trabalho que executam, é gerada mais qualidade e inovação.

– Engajamento:

Além de aumentar a autoestima da equipe, a qualificação dos profissionais demonstra que a organização os valoriza. Esse aumento no nível de satisfação favorece o maior comprometimento e engajamento dos funcionários na execução de suas atividades.

Com os workshops, ainda é possível integrar a equipe à cultura da organização, para que se sinta parte do ambiente organizacional — aumentando o engajamento. Dessa forma, eles também trabalham mais motivados, e tanto empresa quanto colaboradores saem ganhando.

– Aumenta a produtividade:

Mais uma vez, a elevação do nível técnico e emocional dos funcionários traz resultados diretos para a produtividade da empresa. Pessoas motivadas e capacitadas realizarão com maior eficiência e perfeição técnica seus trabalhos, sendo, portanto, mais produtivos.

– Diminui o turnover:

Quando as pessoas recebem o treinamento de equipe adequado, dentro da realidade da empresa e suas funções, passam a ter uma boa produtividade e confiança, o que fortalece seu vínculo com a organização — reduzindo a possibilidade de que o funcionário queira mudar de emprego. Como resultado, a empresa aumenta a qualidade de serviço e reduz investimentos em captação de talentos.


A partir dessas informações, agora que você já sabe como capacitar mais seus colaboradores, invista em implementar em sua empresa os modelos que apresentamos neste artigo. Você pode começar por palestras para passar o conhecimento teórico e depois o workshop para que os colaboradores coloquem em prática a teoria que aprenderam. Além disso, existem os cursos e palestras, como foi citado também no texto.

Hoje cursos e treinamentos podem ser presenciais ou online, oferecidos pela própria empresa ou não. Para treinamentos online, a Edools tem a plataforma mais flexível do mercado que oferece as funcionalidades que você precisa para aumentar o engajamento no treinamento de colaboradores.

Entre em contato conosco e saiba melhor como tornar o seu treinamento ou curso online realidade com a nossa plataforma.

Espero que este artigo tenha sido útil para você.

Até a próxima!

Como começar meu Projeto EAD?
Tudo o que você precisa saber para produção de vídeo EAD

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.