Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Psicologia organizacional: tudo o que você precisa saber

Responsável por desenvolver práticas estratégicas para os negócios, a psicologia organizacional tem papel fundamental na hora de promover qualidade de vida aos funcionários, gerando benefícios para melhorar a produtividade e o lucro da empresa.

psicologia-organizacional

Desde o início da humanidade, o trabalho aparece como uma atividade fundamental para a satisfação de diversas necessidades dos indivíduos. E cada vez mais, a rotina de trabalho tem se misturado com a rotina pessoal. Por isso, é importante ter um ambiente de trabalho saudável e harmonioso.

Promover qualidade de vida e condições dignas de trabalho à qualquer funcionário em uma empresa é fundamental para um bom desempenho e máxima produtividade, levando a corporação a atingir metas e objetivos de maneira eficiente.

Quando colaboradores se sentem confortáveis em seu ambiente de trabalho, eles trabalham com mais motivação e qualidade. Essa afirmação é como uma equação matemática simples a todos aqueles que trabalham diretamente com pessoas em empresas.

Esse é o papel da psicologia organizacional. Entender seus funcionários e manter um ambiente de trabalho harmonioso e saudável. No artigo de hoje vamos falar sobre alguns pontos importantes para entender melhor a psicologia organizacional.

Se você quer entender a importância dessa área e porque ela é essencial no ambiente corporativo, continue conosco e boa leitura!

O que é psicologia organizacional?

Primeiro, vamos entender o que é essa área da psicologia. Especificamente voltada para o trabalho em contextos corporativos, a psicologia organizacional tem o objetivo de estudar o comportamento de cada pessoa em relação ao todo dentro de uma empresa. O responsável por essa área está ligado ao setor de Gestão de Pessoas, o qual o principal propósito é o bem-estar de seus colaboradores.

A psicologia organizacional analisa o comportamento organizacional de maneira geral, entretanto, é importante lembrar que o foco em cada indivíduo não é esquecido. O psicólogo organizacional precisa entender o perfil das pessoas que compõem a empresa, para assim saber a melhor forma de lidar com cada uma.

Além disso, essa área da psicologia alinha os interesses da empresa às necessidades de seus funcionários. O objetivo é promover qualidade de vida gerando maior produtividade e um excelente desempenho. Um caminho favorável para ambos.

Como surgiu a psicologia organizacional?

Vinda de uma área de estudo chamada psicologia industrial, ela está 100% comprometida com a aplicação de testes psicológicos, recrutamento e seleção de colaboradores para as empresas.

Quando surgiu, a psicologia industrial tinha como objetivo a produtividade da corporação, ao invés da qualidade de vida dos funcionários de determinadas empresa.

Com o passar dos anos, e com as mudanças nos ambientes de trabalho, a área foi se desenvolvendo e, com a evolução dos estudos científicos, os profissionais de psicologia passaram a dar mais atenção às relações interpessoais, ao bem-estar do indivíduo e como um ambiente harmonioso, principalmente para funcionários, e entre eles, podia fazer toda a diferença na hora de produzir.

A psicologia organizacional deixou de ser um profissional focado nos valores da empresa e na produtividade, para um profissional que tem uma visão 360 graus do mercado corporativo. Ou seja, ele tem a função de equilibrar os dois lados da equação trabalho: empregado e empregador.

Qual a importância da psicologia organizacional?

Hoje, o objetivo das empresas é encontrar um equilíbrio interno onde desafios possam ser enfrentados de maneira tranquila, tanto dentro, quanto fora da empresa. E esse é o papel da psicologia organizacional.

Criar um ambiente corporativo agradável e harmonioso aonde todos saibam lidar com os contratempos. Além disso, ela é essencial para o entendimento do comportamento das pessoas no ambiente corporativo que estão inseridas.

A psicologia organizacional pontua a importância desde o respeito aos horários de pausa, seja almoço ou lanche, até a segurança, a importância de dar voz a todos, e de ouvir também.

O profissional tem a função de falar sobre respeito, a boa relação entre funcionários e superiores, o acolhimento de um indivíduo pelo grupo, o valor da competitividade de forma saudável, a ética profissional, além de inúmeros outros fatores essenciais para criar o seu local de trabalho muito mais agradável e pacífico.

É de suma importância, e papel da psicologia organizacional, proporcionar boas condições de convivência que favoreçam o bem-estar do funcionário, criando circunstâncias para que qualquer colaborador tenha um rendimento positivo.

O funcionário precisa se sentir amparado dentro de uma empresa, seja pelo setor de RH ou por profissionais da psicologia organizacional para que seus pedidos, reclamações e sugestões sejam ouvidos com clareza e respeito.

Aplicação da psicologia organizacional

Como sempre ressaltamos, as pessoas são únicas e muito diferentes. Elas têm sentimentos, emoções, ideais, valores e morais que influenciam quem elas são, tanto na vida pessoal, quanto na vida profissional.

Saber usar a psicologia organizacional é essencial para desenvolver seus funcionários, e consequentemente, aprimorar e melhorar toda a corporação.

Primeiro, vamos entender o seguinte: a psicologia organizacional está inserida em todos os processos que envolvem um ambiente favorável para indivíduo e empresa.

Ela vai muito além da área de recrutamento e seleção de funcionários, como todos imaginam.

Essa área é importante para aplicação de testes, acompanhamento de pessoal, treinamento, análise de função, cargo, avaliação de desempenho, assessoria, aconselhamento psicológico, orientação, treinamento e diagnóstico organizacional, tendo sempre como objetivo, a qualidade de vida de cada colaborador, gerando um desempenho superior para a empresa.

A psicologia organizacional é uma ciência, que se apoia em técnicas e conceitos, para o processo de formação de um determinado comportamento.

Conduta essa necessária para a criação de um ambiente e clima organizacional equilibrado, favorável e estável para enfrentar os desafios do ambiente externo.

As diversas áreas de atuação

A psicologia organizacional está ligada à área de gestão de pessoas, onde sua especialidade é o bem-estar do funcionário. Mas, ela pode estar presente em várias outras áreas importantes dentro do organograma de uma empresa.

Abaixo, vamos pontuar, as diferentes atividades que estão relacionadas a essa atuação da psicologia:

Recrutamento e Seleção

O principal objetivo é encontrar candidatos que se encaixem no perfil da empresa. Através de entrevistas individuais, dinâmicas de grupo, análise curricular, entre outros métodos. Nessa etapa, é possível identificar de maneira prática o candidato com perfil mais adequado para desempenhar a função a qual ele se candidatou.

Treinamento e Desenvolvimento

O propósito da psicologia nessa área é manter sempre os profissionais em dia com os treinamentos, sejam os novos, ou os antigos, que já podem estar se distanciando das políticas da empresa e por isso precisam de um empurrão.

Isso vai de acordo com cada empresa, mas palestras com profissionais de diferentes áreas, palestras motivacionais, investimento de funcionários em cursos, são áreas de responsabilidade da psicologia organizacional.

Investir em treinamentos corporativos onlines, por exemplo, são técnicas muito comuns e usadas pelos profissionais para enriquecer o currículo do colaborador, além de torna-lo mais motivado a continuar na sua empresa.

Melhorar o clima organizacional

Planeje pesquisas de satisfação. Assim, será possível medir a motivação dos seus funcionários e em que pé ela está. Com o resultado em mãos, será possível sugerir mudanças para melhorar o clima organizacional.

Lembre-se de sempre deixar um canal aberto entre as áreas de RH e seus funcionários, para que a pesquisa de clima não seja algo “furado”, com seus colaboradores com medo de retaliações.

Deixe claro que a pesquisa é algo sigiloso e secreto e que os dados usados serão para a melhoria de todos. Também é função do RH manter um canal de confiança e segurança para todos.

Gestão de conflitos

Outra área importante é a de mediação de conflitos dentro da empresa. Com um ambiente pacífico e harmonioso, os funcionários conseguem manter um clima amigável em toda a empresa.

Analisar plano de cargos e salários

A possibilidade de crescer dentro da empresa está fortemente ligada à motivação da maioria dos colaboradores. Logo, é importante entender que também faz parte da área da psicologia analisar o organograma da empresa, a remuneração e os benefícios oferecidos para os colaboradores. Assim, será possível saber se há possibilidade de atrair e manter novos talentos.

Diagnóstico organizacional

É como uma radiografia completa do sistema de gestão da empresa e também da situação atual da mesma. Importante para pensar os organogramas, salários, bonificações e atividades do ano seguinte. Afinal, quando temos um diagnóstico com as falhas e vitórias de cada área, podemos nos preparar melhor para os próximos anos.

Os benefícios da psicologia organizacional

A psicologia organizacional proporciona inúmeros benefícios para as empresas. Em primeiro lugar, ela permite a resolução estruturada de problemas ligados aos funcionários no ambiente de trabalho, tornando possível a elaboração de soluções com apoio de conhecimentos específicos da psicologia.

Ela promove também inúmeras medidas para elevar a qualidade de vida dos profissionais de uma empresa, já que a área trabalha com ergonomia (otimização das condições de trabalho humano), mediação de conflitos, gestão de benefícios e melhoria das condições de trabalho.

A psicologia organizacional também é responsável por estruturar a cultura organizacional, realizando políticas que podem beneficiá-la. Contribuindo para o bem-estar da equipe e na manutenção de um ambiente saudável.

Também é importante dizer que esses fatores favorecem a redução da rotatividade na empresa, ou seja, o número de pessoas que desejam sair da empresa diminui consideravelmente quando o funcionário percebe que está em um ambiente pensado para ele. E isso resulta na diminuição de custos com novas admissões, demissões, doenças ocupacionais e licenças médicas.

Como implementar na sua empresa?

Para implementar a psicologia organizacional, a empresa precisa ter uma equipe com psicólogos especializados nessa área, além de profissionais no setor de Recursos Humanos que também entendam do tema.

Outra opção, muito usada para empresas de pequeno porte, é contratar consultorias externas especializadas na área que possam realizar processos eventuais, de acordo com o que for necessário naquele momento. Isto é, a consultoria faz mudanças pontuais, mas a corporação estimula a continuidade da medida.

É importante pensar que a empresa vai ter alguns custos com a realização de medidas orientadas por psicólogos organizacionais. Entretanto, é importante ter em mente que o desenvolvimento sólido dessa área na empresa é um verdadeiro investimento, que promove mais qualidade de vida aos funcionários, logo um resultado mais positivo para qualquer empresa.


Caso tenha se interessado pelo assunto a ponto de querer saber mais sobre a história e a opinião de profissionais da área sobre o assunto, assista ao vídeo abaixo:

Se você entendeu melhor o que é e como funciona a psicologia organizacional dentro de uma empresa, comente ao final deste artigo.

Quer saber outros assuntos importantes do ambiente corporativo? Assine a nossa newsletter!

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Com ela você fica sabendo de todos os nossos textos e dicas.

Até a próxima!

Como estimular relações interpessoais no trabalho?
Qualidade de vida no trabalho: dicas para um ambiente de sucesso

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.