Loucos por TecnologiaUm blog sobre tecnologia, inovação e marketing para ensino online.

Desenvolvido para impactar
e otimizar resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como fazer um bom brainstorming

Do inglês, a palavra brainstorming pode ser traduzida como “tempestade de ideias”. Na prática, o termo refere-se a uma prática eficaz para gerar insights.  Basicamente, um grupo de pessoas se reúnem para propor livremente ideias sobre um tópico. E não há sugestões ruins! Qualquer proposta, por mais exótica que seja, é válida. O objetivo é […]

Do inglês, a palavra brainstorming pode ser traduzida como “tempestade de ideias”. Na prática, o termo refere-se a uma prática eficaz para gerar insights. 

Basicamente, um grupo de pessoas se reúnem para propor livremente ideias sobre um tópico. E não há sugestões ruins! Qualquer proposta, por mais exótica que seja, é válida. O objetivo é facilitar o processo criativo. Apenas depois as ideias são filtradas.

Para gerar resultados interessantes, a variedade é mais do que recomendada. Quanto mais mentes com visões diferentes melhor. Por isso, não tenha receio de convidar colaboradores de diversos setores, gêneros, faixas etárias etc.

Quer saber mais sobre como fazer um bom brainstorming? Confira as próximas dicas! 

 

4 etapas para realizar um brainstorming

Quase todas as sessões de brainstorming podem ser organizadas da seguinte forma:

 

Apresentação da questão

Depois de reunir os membros da reunião, exponha a questão que você precisa solucionar. Lembre-se de aproveitar o momento para explicar a dinâmica do brainstorming, pois há quem possa não saber ou lembrar como funciona.

 

Exposição de ideias

Abra espaço para que as pessoas pensem e, depois,  exponham suas ideias livremente. Lembre-se que o foco aqui são as sugestões, não a viabilidade delas. Também é importante que todos tenham a oportunidade de falar e serem ouvidos. Medie a dinâmica de modo a garantir isso. 

 

Registro de todas as sugestões

Ao longo do encontro, lembre-se de anotar todas as sugestões. Preferencialmente em algum lugar que seja visível a todos os participantes. Afinal, uma ideia pode levar a outra. 

Seleção

Finalmente, agradeça a todos pelas sugestões e organize todas as ideias. Deixe as mais parecidas próximas umas das outras, para facilitar a seleção das melhores. É possível decidir as favoritas a sós ou com o apoio dos participantes. Para ajudar, busque destacar os pontos positivos e negativos de cada uma e justifique a decisão. 

 

E se o brainstorming for online? 

Graças ao avanço da tecnologia, um brainstorming online é totalmente viável. Basta seguir a estrutura principal para gerar ideias.

Para ajudar, você pode contar com ferramentas como: 

 

MindMeister     

É uma ferramenta de mapa mental. Você não só pode colocar suas ideias e ideias no mapa, como também incluir as sugestões de todos em uma sessão de brainstorming.

 

falar com um consultor

Miro     

O Miro também é uma ferramenta de mapa mental. Contudo, a plataforma também permite videochamadas com múltiplos participantes e colaboração em grupo ao mesmo tempo. 

 

Torne o brainstorming ainda mais dinâmico

Quando você e seus grupos estiverem acostumados com o brainstorming tradicional, talvez seja o momento de experimentar novas técnicas. Algumas opções são

 

  • Teleporte

Neste processo de brainstorming, coloque a questão em diferentes situações, como um país ou mundo diferente. Supere a complexidade e adicione dificuldades para estimular o nascimento de novas ideias.

 

  • Técnica dos chapéus

Dê aos membros chapéus coloridos, designando uma função especial para cada integrante. Assim, é possível evitar conflitos. Na prática, você pode simplesmente comunicar ou fornecer uma caneta colorida, algo semelhante, para indicar os papéis das pessoas.

 

  • Crazy 8

Nessa variação, há mais pressão sobre os membros.

Cada candidato receberá uma folha de papel, que deverá ser dobrada em 8 seções, formando um mínimo de oito retângulos.

Em seguida, com os celulares, cada um marca um cronômetro de 8 minutos e começa a escrever ideias dentro de cada quadrilátero. 

Ao final do tempo previsto, todos deverão parar de escrever e terão 3 minutos para apresentar cada ideia.

 

O que achou das dicas? Esperamos que sejam úteis para ajudar no processo de inovação do seu negócio digital

 

 Agora que você já sabe como fazer um brainstorming, é hora de colocar a mão na massa! Caso queira usar a técnica para criar novos produtos digitais, veja também este vídeo:

 

 

 

Modelo de negócio: conheça os principais formatos
Google Trends: o que é e como usar

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.