Loucos por TecnologiaUm blog sobre tecnologia, inovação e marketing para ensino online.

Desenvolvido para impactar
e otimizar resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Benchmarking: o que é e como fazer

Benchmarking nada mais é que fazer um estudo da concorrência, analisando suas táticas, pontos fortes e fracos. A técnica é uma das mais eficazes para aumento de eficiência, pois busca otimização de resultados de um negócio ou marca. Quer entender melhor como fazer benchmarking? Então continue lendo este post para saber como fazer o estudo.  […]

Benchmarking nada mais é que fazer um estudo da concorrência, analisando suas táticas, pontos fortes e fracos. A técnica é uma das mais eficazes para aumento de eficiência, pois busca otimização de resultados de um negócio ou marca.

Quer entender melhor como fazer benchmarking? Então continue lendo este post para saber como fazer o estudo. 

 

Por que o benchmarking é necessário?

A comparação entre empresas é algo normal no meio corporativo. É através dela que é possível saber qual posição a marca ocupa em vendas, quais necessidades não estão sendo atendidas e que nem o próprio empresário sabe que está faltando no negócio. Esse processo busca analisar com profundidade técnicas de marketing, produção, processos logísticos, entre outros.

Essa estratégia é relevante, pois ajuda a desenvolver estratégias ao entender o que os concorrentes estão fazendo, procurando assim gerar mais resultados para a empresa.

 

Como fazer um benchmarking?

Não existe uma única receita para fazer o benchmarking, mas aqui vai algumas dicas:

Escolha os principais concorrentes do mercado para analisar

Escolha em torno de 3 a no máximo 5 concorrentes que se destacam no mercado para analisar.

 

Estabeleça padrões de análise

Selecione as características e métricas que você julgar mais importantes para constarem nessa tabela. Faça planilhas para comparar melhor esses indicadores.

Dessa forma, será possível ter uma visão geral e mais organizada sobre o que cada empresa tem feito, facilitando a análise.

 

Obtenha os dados

Encontre os dados e resultados de campanhas da concorrência. É possível extrair as informações através das principais plataformas que os concorrentes utilizam como: redes sociais, sites e blogs. Existem até ferramentas específicas para conseguir esses dados.

Analise as informações

Depois de extraídas as informações, é necessário avaliar o que cada empresa anda fazendo. É nesse passo que você passa a entender como cada corporação faz sucesso.

 

Faça o levantamento dos pontos altos e baixos

Destaque os pontos altos das campanhas dos concorrentes e também os aspectos negativos. Esse ponto é importante porque poderá ver o que deu certo e usar como referência e levará em consideração o que não deu para não repetir.

Implementação

Implementar as melhorias visando um desempenho igual ou superior quando comparado aos concorrentes.

 

Quais são os tipos de benchmarking?

Benchmarking interno

Procura pelas melhores práticas dentro da empresa, filiais-modelos, departamentos e outras unidades da própria empresa. 

 

Benchmarking competitivo

É o modo mais tradicional. Busca analisar minuciosamente as práticas da concorrência, visando superá-las. O foco é superar as inovações dos negócios que disputam pelo mesmo mercado que você.

falar com um consultor

 

Benchmarking funcional

Neste caso, é comparado o processo de trabalho entre duas empresas, mesmo que sendo de setores do mercado diferentes.

 

Benchmarking de cooperação

É o oposto ao competitivo. Em que duas empresas estabelecem parceria, compartilhando seus dados e processos. Empresas “modelos” também costumam fazer isso, para promover o aprendizado de outras empresas. Isso é possível quando duas companhias têm distintos pontos de excelência ou quando desejam compartilhar conhecimento com outra corporação em busca de outros fatores.

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

Vantagens do Benchmarking

Prever os próximos passos dos concorrentes

Conhecer seus concorrentes é necessário, entender seus passos e estratégias para conseguir ultrapassá-lo pode ser uma das vantagens de um bom benchmarking. Com isso, você conseguirá entender tendências de estratégia e antecipar cenários.

 

Conhecer melhor seus clientes

Observando seus concorrentes, você passa a entender o porquê dos seus potenciais clientes escolherem uma empresa, além de descobrir o que faz fidelizá-los, novas estratégias e diferenciais.

 

Diminuição de erros

Vai aprendendo com os erros das outras empresas e tenta evitá-los.

 

Redução de custos

Com a profissionalização de processos, a procura por melhorias é maior e, assim, os custos diminuem.

 

Aumento da produtividade e do lucro

Com a implementação do que deu certo em outras empresas, a produtividade deve aumentar, caso contrário há algo de errado.

 

Desvantagens do benchmarking

É preciso ter plena ciência dos padrões que está usando. Porém, mesmo assim, não é certo que a sua pesquisa será impecável. Contudo, há erros comuns, que você deve evitar: 

  • Focar demais na concorrência pode fazer com que a empresa perca o foco em si própria;
  • Má adequação dos métodos utilizados por outras empresas pode anular os resultados do seu negócio;
  • Utilizar os indicadores errados pode resultar em um declínio dos números, porque nem sempre o que dá certo para uma empresa dá para outra;
  • Copiar tudo o que a concorrente faz . Caso o contrário, vai fazer com que a sua marca perca a identidade; sua empresa será apenas uma mera cópia.

 

Não esqueça que o benchmarking não deve ser feito apenas uma vez. O estudo deve ter uma periodicidade pois no marketing digital tudo muda muito rápido.

O estudo também vai ajudar a corporação a conhecer a si mesma, seus altos e baixos. E então, gostou do post? Veja este vídeo para entender melhor sobre o assunto: 

 

Como ganhar dinheiro em casa
13 frases empreendedoras motivacionais

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.