Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Metodologias ágeis: exemplos e o que é [2022]

Assim como os empreendimentos físicos, os negócios online também contam com uma série de demandas que necessitam de atenção e resoluções rápidas. Além disso, um mercado digital cada dia mais dinâmico, exige soluções eficientes e otimizações constantes. Para manter esse fluxo de trabalho ágil, novas metodologias de execução de projetos surgem para diminuir desperdício de […]

Assim como os empreendimentos físicos, os negócios online também contam com uma série de demandas que necessitam de atenção e resoluções rápidas. Além disso, um mercado digital cada dia mais dinâmico, exige soluções eficientes e otimizações constantes.

Para manter esse fluxo de trabalho ágil, novas metodologias de execução de projetos surgem para diminuir desperdício de tempo e aumentar a performance de infoprodutores.

Por isso, reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre metodologias ágeis, exemplos e benefícios da aplicação dessas ferramentas no dia a dia da produção digital. Continue a leitura e confira como aplicar em seu negócio!

O que são metodologias ágeis?

Baseadas em ciclos de entregas, as metodologias ágeis nasceram no ambiente de empresas de Tecnologia da Informação, mas logo foram adaptadas para outras realidades de negócios.

Assim, elas surgiram para agilizar os processos e otimizar as etapas de projetos que costumavam ser longos e sem resultados garantidos. 

Nesse sentido, um projeto executado conforme metodologias ágeis deve seguir algumas características, como:

  • Entregas rápidas e frequentes;
  • Ciclos de desenvolvimento curtos;
  • Otimização contínua dos processos;
  • Alinhamento entre todos os integrantes do projeto.

Esses pressupostos tornam mais fácil a identificação do que precisa ser melhorado durante o processo, resultando em um alto valor de entrega final.

Convém mencionar que as metodologias ágeis são excelentes para equipes pequenas e capazes de se autogerir.

 

Manifesto ágil

Embora algumas metodologias ágeis tenham surgido antes dos anos 2000, foi em 2001 que um grupo de 17 profissionais se reuniu em Utah, Estados Unidos, e estabeleceu os valores que norteiam a aplicação das metodologias ágeis.

Assim, os 4 valores que caracterizam um método ágil são:

  1. Comunicação: as interações entre colaboradores em um projeto é tão importante quanto as ferramentas.
  2. Praticidade: maior utilização dos softwares.
  3. Alinhamento: as expectativas entre os membros de uma equipe precisam ser alinhadas e a colaboração é essencial.
  4. Adaptação e flexibilidade: mais importante do que ter um plano é saber quando é necessário mudá-lo. 

Esses princípios colaboram para o objetivo principal de um projeto ser alcançado: os métodos ágeis focam na qualidade da entrega final para o cliente, e tudo isso com uma filosofia apoiada na colaboração.

 

Por que usar metodologias ágeis?

As metodologias ágeis são essenciais na era das transformações digitais, onde as informações circulam rapidamente e as mudanças são constantes. 

Sendo assim, os infoprodutos também precisam estar constantemente atualizados e flexíveis para otimizações que compreendam as necessidades do público.

Utilizar metodologias ágeis na construção do produto digital facilita as correções, e mais do que isso: permite que testes e validações sejam feitos no decorrer do processo.

Outro benefício que vale ressaltar é a redução dos custos de um projeto, uma vez que todas as etapas de desenvolvimento podem ser testadas e validadas entregando um produto final com mais valor agregado. 

Outras vantagens que podemos citar com o uso das metodologias ágeis são:

  • Aumento da produtividade;
  • Valorização da autogestão;
  • Personalização das soluções;
  • Agilidade na execução dos processos.

Além disso, as metodologias ágeis retiram as burocracias que os métodos tradicionais inserem nos processos, tornando a execução mais fluida e assertiva.

falar com um consultor

 

Quais são os principais tipos de metodologias ágeis?

Agora sim você vai conferir os principais tipos de metodologias ágeis, exemplos e características. Afinal, antes de escolher qual adotar para os seus projetos, é necessário entender as características e avaliar quais se encaixam em sua rotina de produção digital.

 

Scrum

O Scrum é um dos métodos ágeis mais utilizados, tanto que para algumas pessoas ele acabou se tornando um sinônimo de metodologia ágil.

Os profissionais que formam o Scrum Team podem desempenhar três papéis, sendo eles:

  1. Product owner: responsável pela lista de prioridades e por estar em contato direto com o cliente. 
  2. Scrum master: é o facilitador da equipe e tem a responsabilidade de acompanhar se o Scrum está sendo aplicado nos processos. 
  3. Development team: é a equipe que colabora para entregar as funcionalidades planejadas.

As etapas de desenvolvimento de um projeto executado em Scrum são chamadas sprints. Normalmente ocorrem quatro sprints durante um projeto:

  • Sprint planning: a primeira reunião para o planejamento.
  • Backlog sprint: montagem do escopo inicial do projeto.
  • Sprint review: reunião que ocorre a cada conclusão de etapa.
  • Sprint retrospective: acontece após a conclusão de um sprint, se for necessário realizar mudanças, os pontos são realinhados nessa reunião.

Os alinhamentos diários acontecem em reuniões chamadas Daily Scrum. Nelas é possível saber tudo que está sendo feito por todos do time e realizar reajustes.

 

Lean

Inspirado no processo industrial da montadora japonesa Toyota, o Lean é um método conhecido por enxugar os processos e, assim, cortar desperdícios

Nessa metodologia ágil, é possível excluir tarefas desnecessárias e desburocratizar processos para levarem menos tempo e terem um menor custo.

Além disso, o Lean é uma metodologia considerada escalável e pode ser aplicada a projetos de qualquer dimensão ou área.

 

Kanban

O método Kanban utiliza ferramentas visuais para que seja possível acompanhar todas as tarefas executadas em forma de checklist. Nele, tudo o que precisa ser feito é disposto em um quadro dividido em três partes:

  • To do: todas as tarefas não iniciadas.
  • Working in progress: tarefas sendo realizadas.
  • Done: Tarefas terminadas.

Existem arranjos mais complexos de um quadro de Kanban, incluindo planejamento de tarefas, testes e ajustes. Mas, na totalidade, é uma das metodologias mais simples de serem executadas. 

É possível, inclusive, gerenciar processos em Kanban por meio de aplicativos de celular, que ajudam a elevar a produtividade no dia a dia. 

Vale dizer que uma coisa que todas as metodologias ágeis têm em comum é a necessidade de ter um planejamento estratégico. 

Portanto, agora que você conheceu as metodologias ágeis, exemplos e características, é hora de começar a criação do seu infoproduto! 

E se você não sabe como dar o primeiro passo, não se preocupe: a HeroSpark preparou um material perfeito para você.

Com o Kit Marketing Digital, você recebe um pacote completo para criar seu infoproduto.  Além das melhores dicas de como utilizar as redes sociais a seu favor, você também descobre como construir páginas de vendas que convertem. 

Por isso, baixe agora o seu kit gratuitamente e inicie sua jornada no mercado digital!

Aprenda a pagar menos impostos como afiliado
Método Pomodoro: como fazer a gestão do tempo

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.