Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Meritocracia: o que é e como praticar de maneira inovadora?

Meritocracia é um tema que causa muita discussão no âmbito social e político. Mas é um assunto muito presente também no meio corporativo, porém menos polêmico. Vamos explicar as políticas desse sistema de gestão adotado pela maioria das empresas, como implantar e como praticar de maneira inovadora na sua empresa.

Meritocracia: o que é e como praticar de maneira inovadora?

Aumentar a produtividade através do reconhecimento de seus funcionários pode auxiliar tanto no desempenho da sua equipe quanto no crescimento da empresa. A meritocracia é um sistema baseado no mérito.

Resumidamente, quem produz mais resultados para o time e para a empresa recebe maiores bonificações e tem maiores chances de ser promovido. Os funcionários que são reconhecidos ficam mais motivados e mais propensos a “vestir a camisa”.

Esse sistema deve ser montado de forma que o funcionário cresça na empresa conforme atinja suas metas. Criar um sistema de meritocracia eficiente pode não ser uma tarefa muito fácil para os gestores.

Neste artigo, você entender melhor sobre esse assunto com os seguintes tópicos:

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

O que é a meritocracia?

O sistema de gestão por políticas de meritocracia é considerado muito importante para 60% das empresas. Esse é o resultado de uma pesquisa da Robert Half, consultoria de recrutamento e líder mundial em recrutamento especializado, realizada em 2014 com 100 diretores financeiros. E, muito antes dessa pesquisa, já é de conhecimento geral que as empresas adotaram esse sistema.

A meritocracia se faz importante na gestão de RH por ser um método para identificar onde estão os melhores talentos e recompensá-los pelo trabalho desenvolvido. Todas as outras atividades do RH fluem com mais tranquilidade quando o modelo de gestão segue a meritocracia. Ela constrói a estrutura e, consequentemente, tem um efeito no crescimento da empresa, aumentando sua competitividade.

O objetivo da meritocracia nas empresas é desenvolver a estrutura da organização ao reconhecer o comportamento dos funcionários e a entrega concreta dos resultados. Além disso, é uma forma de identificar onde estão as pessoas que fazem a diferença na empresa, aquelas que contribuem com ideias e posturas inovadoras mantém a empresa com performances adequadas aos desafios de mercado.

Qual o impacto da meritocracia na rotina da empresa?

Assim, numa empresa na qual as promoções, movimentações, oportunidades de carreira internacional, pagamentos de bonificações e aumentos salariais são feitas com base na meritocracia, o crescimento na carreira profissional dos funcionários é uma consequência natural dos méritos individuais de cada um, ou seja, dos seus esforços (quanto ao alcance de metas pessoais e de sua área, formações, conclusão de treinamentos, etc). Ou seja, não adianta somente o empenho. Para crescer na empresa, os profissionais são cobrados por desempenho.

As posições hierárquicas vão sendo conquistadas na medida em que os funcionários vão demonstrando melhores valores educacionais, mais aptidões técnicas e profissionais, melhor relacionamento interpessoal e mais qualificações, competências e habilidades exigidas pelo escopo que desenvolvem na empresa. Assim, se sentem motivados e se dedicam cada vez mais em suas funções, buscando alcançar as melhores oportunidades.

Como implantar a meritocracia na sua empresa?

Para implantar o sistema de meritocracia é necessário estabelecer com clareza as metas, os objetivos e as virtudes esperadas dos colaboradores. Uma avaliação que determine as recompensas de um funcionário não pode ser feita com bases subjetivas.

É preciso desenvolver um plano de avaliação que envolva o setor de Recursos Humanos, as lideranças e os demais funcionários, para criar o processo de avaliação e entender quais são os principais resultados esperados pela empresa de cada colaborador.

Depois de definidos, é importante divulgar esses critérios entre todos que fazem parte da empresa. Aqui, uma comunicação eficiente é fundamental para informar a todos o que é esperado pela organização do desempenho individual e coletivo.

Grande parte das corporações já utilizam a meritocracia em sua forma de gestão. Possivelmente, pelo fato de terem percebido como ela contribui positivamente para os resultados da empresa.

Uma de suas principais vantagens é o estímulo do empregado. Quando ele enxerga a possibilidade de crescer profissionalmente, executa seu trabalho com mais empenho e dedicação. Afinal, ele entende que é o responsável por suas conquistas e se torna mais produtivo e motivado.

Outra vantagem é possibilitar ao líder direcionar melhor seus colaboradores. Quando a empresa possui critérios para conceder as bonificações e promoções a seus trabalhadores, fica mais claro os comportamentos e habilidades que ele precisa observar nos membros da sua equipe para promovê-los.

Neste ponto, o feedback é uma importante ferramenta de apoio, pois ajudará o empregado a identificar o que precisa melhorar para alcançar seus objetivos profissionais.

Avaliação de desempenho é o primeiro passo

O passo mais importante para implementar a meritocracia é partir de um processo estruturado de avaliação de desempenho. Ou seja, todos os funcionários precisam ter em um mesmo documento:

  • Quais são suas metas individuais;
  • Quais as metas de sua área;
  • O quanto eles vêm avançando em cada uma delas;
  • Quais treinamentos que precisam ser concluídos e em que prazo;
  • Quais seus pontos fortes;
  • Quais seus pontos a serem melhorados.

É necessário, ainda, estabelecer um cronograma de feedbacks formais, ou seja, programar datas – no mínimo duas vezes por ano – para as conversas entre gestor e funcionário, sobre desempenho.

Como praticar a meritocracia de maneira inovadora em sua empresa

O principal fator para manter a harmonia do ambiente meritocrático, evitando o desconforto e a competição negativa, são as regras, elas devem estar claras e ser do conhecimento de todos, pois regras obscuras podem isolar talentos e torná-los resistentes.

Por isso, é importante estabelecer políticas claras dentro da empresa para coisas básicas como:

Salário e bonificação

É o modo mais básico de premiar quem tem bom desempenho. Oferecer aumento de salário para quem apresenta desempenho acima da média ou bonificações periódicas para resultados atingidos é um fator motivacional muito forte. Isso faz com que as pessoas queiram atingir suas metas e demonstra para os demais que eles também podem chegar lá.

Cargos e promoções

Ter um plano de carreira que seja transparente é outra forma de promover a meritocracia. Os colaboradores devem saber o que precisam apresentar em termos de resultados para que sejam promovidos. Também é importante que saibam quão longe podem chegar na hierarquia como forma de mantê-los sempre estimulados a buscar promoções por meio de performances cada vez melhores.

Remuneração variável

Desenvolver um sistema meritocrático é sempre uma forma de estimular os colaboradores a serem mais produtivos. Isso também contribui para o engajamento de todos, especialmente quando percebem que fazem parte de um sistema de recompensa que seja justo e transparente, com oportunidades iguais para todos. Basicamente, justiça e equilíbrio definem bem o que é meritocracia na prática

Oferecer prêmios e comissões aos que apresentam as melhores performances também se encaixa em um sistema de meritocracia. É sempre um estímulo positivo, tanto pela remuneração a mais quanto pelo reconhecimento do esforço e do profissionalismo.

Conclusão

A meritocracia também contribui para melhorar a reputação da organização. Afinal, os funcionários que são contemplados com as promoções percebem isso como um benefício e compartilham seu mérito em seus ciclos sociais, o que ajuda a fortalecer a marca da empresa e a torna mais desejada por outros profissionais.

Para que tudo isso ocorra é preciso disciplina, perseverança, trabalho árduo de todos os envolvidos – não é apenas um trabalho para a área de RH, mas de todo o quadro organizacional da empresa. É imprescindível colocar a mão na massa e, como consequência, os resultados virão naturalmente.

Principais diferenciais que fazem da Edools a melhor plataforma
Como melhorar a gestão empresarial e cursos EAD com OKR

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.