Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Empreendedorismo digital: como criar um negócio de cursos EAD

Empreendedorismo digital é o desenvolvimento de um modelo de negócio para oferecer um produto ou serviço diferenciado através de um meio digital (como plataformas online, por exemplo) e obter lucro. Existem uma infinidade de formas de fazer isso atualmente, mas neste artigo vou lhe mostrar como criar um negócio de cursos EAD. Com a popularização […]

Empreendedorismo digital: como criar um negócio de cursos EAD

Empreendedorismo digital é o desenvolvimento de um modelo de negócio para oferecer um produto ou serviço diferenciado através de um meio digital (como plataformas online, por exemplo) e obter lucro. Existem uma infinidade de formas de fazer isso atualmente, mas neste artigo vou lhe mostrar como criar um negócio de cursos EAD.

Com a popularização da Internet banda larga e o aumento expressivo de seus usuários nos últimos tempos, o espaço virtual passou a não representar apenas um campo informacional, de diversão ou entretenimento, mas também uma possibilidade para negócios.

Dentro desse novo cenário surge, então, o empreendedorismo digital.

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

A realidade de empreender na Internet, muitas vezes se faz possível ter o próprio horário e trabalhar para si mesmo, com a possibilidade real de um bom retorno financeiro.

O empreendedorismo digital é o presente e o futuro dos negócios, à medida que o mundo se torna mais tecnologicamente dependente e globalmente conectado.

A comodidade de utilizar a Internet para fazer compras ou aprender de casa ou em qualquer lugar que esteja conectado, faz com que os negócios virtuais cresçam cada vez mais, juntamente da oportunidade do desenvolvimento do empreendedorismo digital.

Há várias formas de colocar o conceito de empreendedorismo digital em prática, mas as mais comuns destas são: desenvolver um produto ou serviço próprio e passar a comercializá-lo virtualmente,, através de um e-commerce.

Os critérios de decisão com relação ao que será comercializado (tanto para um afiliado quanto para um desenvolvedor de produto próprio) são fatores determinantes para o sucesso do empreendedorismo digital.

E se esse é o seu desejo, já lhe aviso que está indo bem em sua escolha. Mas, para lhe ajudar a seguir o caminho certo, vamos do início.

Entendendo o empreendedorismo digital

Antes de tudo, vamos entender o que é de fato o empreendedorismo digital?

Com o crescimento desenfreado de usuários de Internet, na mesma proporção o mercado da Internet caminha neste crescimento.

Não é à toa que tantas empresas físicas famosas como Lojas Americanas, Casas Bahia, Walmart também possuem lojas virtuais, onde é possível comprar o que desejar sem sair de casa. Além disso, existem também lojas exclusivamente virtuais, como o Submarino ou Netshoes, que já nasceram nesse meio e têm obtido relevante sucesso.

O que muita gente não sabe é que qualquer pessoa pode embarcar nesse mercado, com bastante estudo e dedicação para criar e promover o seu negócio e ganhar dinheiro na Internet.

A primeira maneira é desenvolver um produto próprio, baseado em algum conhecimento que você já tenha, e vendê-lo pela Internet. Isso pode ser feito através de um site, blog ou através de links patrocinados.

Outra possibilidade é vender produtos de terceiros. Nesse caso, você se torna parceiro ou afiliado de produtos que você conhece, confia e acredita que irá agregar valor para o seu público e oferece esse produto através do seu site, blog, lista de emails, entre outros.

Mas, por onde começar?

A primeira coisa que deve ser feita é fazer a escolha de um nicho de mercado a ser seguido. Entretanto essa escolha deve estar relacionada com algum conhecimento que você já possui. De nada adianta escolher o nicho “aulas de inglês” se você não souber outra língua além do português. Ou “como emagrecer com tais exercícios” se você nunca tiver feito algo do tipo e obtido resultados.

Escolhido o nicho de mercado, você deve escolher um meio para captar clientes. Você pode montar um site ou blog para conquistar sua audiência, mas esteja certo que esse é um caminho bem trabalhoso, porém não impossível. Não pela criação do site, pois isso você consegue fazer em poucos minutos, mas pela dificuldade em conquistar audiência. Não vá pensando que isso acontece da noite para o dia, afinal, conquistar e fidelizar não é uma questão de segundos.

Em todas as atividades, é necessário encantar os visitantes do site para que continuem voltando e o recomendem para suas próprias redes de relacionamentos. O investimento na divulgação pode acelerar o aumento de visualizações de página, usando estratégias de marketing digital, como links patrocinados e anúncios que podem ser colocados em outros portais de grande circulação e nos canais de mídia social mais utilizados pelo público-alvo.

Ao ter tudo definido, é hora de se planejar para não encontrar futuros problemas em seu caminho de empreendedorismo digital.

Planejamento estratégico

Alguns requisitos são considerados como ponto de partida para a elaboração de um plano estratégico de um e-commerce, e o planejamento é com certeza um deles.

Assim como no mundo real, no virtual não basta ter um insight super criativo e inovador. É preciso ter planejamento, foco e um bom plano de negócios e definir o tipo de atividade que se quer exercer, como vender cursos online, por exemplo.

Ao optar, por exemplo, por uma loja virtual, o empreendedor terá maior chance de sucesso se os produtos oferecidos forem para nichos específicos e ainda não atendidos pelas grandes empresas, que possuem maior poder de barganha e com as quais é difícil competir.

Quando um empreendedor aplica o conceito de empreendedorismo digital, ele deve estabelecer um planejamento estratégico para que consiga ter mais chances de obter o sucesso, principalmente se for em um negócio de cursos EAD.

Uma dica é utilizar metodologias dentro deste negócio para manter a organização e acarretar êxito.

Atualmente, seja em qualquer área do empreendedorismo digital que você venha a atuar, é preciso planejar cada etapa do processo.

Desenhe muito bem o que você deseja fazer valendo-se de todos os recursos para esta etapa, como plano de negócios e planilhas detalhadas de cada etapa e investimento que você tiver que fazer.

Não é apenas uma questão de como montar um negócio na Internet, mas também de como você irá planejar esse negócio, para poupar tempo, reduzir riscos e economizar recursos.

Por investir no mercado EAD?

Os cursos EAD são uma ótima opção para as pessoas que precisam de ensino de qualidade sem sair de casa, podendo ser realizado em qualquer horário e local de acordo com sua disponibilidade, através de um computador, notebook, tablet ou smartphone conectado à Internet.

E é este tipo de coisa que o empreendedorismo digital necessita, atender à pessoas que necessitam de Internet para oferecer soluções que elas precisam.

Os cursos a distância vem crescendo intensamente no Brasil e no mundo. Em 2011, de acordo com dados do mercado EAD, dos 6,7 milhões de universitários brasileiros, 14,7% já estavam matriculados em cursos a distância.

Em outras palavras, podemos dizer que a educação a distância proporciona um novo paradigma no ensino regular. Isso não é mais um tendências, mas sim uma realidade que você beneficiando milhares de pessoas em todos os cantos de nosso país.

Novas possibilidades são descobertas a cada dia com a evolução das plataformas EAD em geral e cada vez mais novos formas de consumo de conteúdos diversos são disponibilizados, resultando em uma modalidade de ensino cada vez mais completa, eficiente e que engloba cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo.

Não só universitários, como empresas de todos os portes estão cientes de que bons treinamentos empresariais via Internet são imprescindíveis para seu crescimento e desenvolvimento. Com a educação a distância, eles ainda garantem que seus funcionários estejam sempre atualizados e bem treinados. E o melhor de tudo é que os gastos com a qualificação dos colaboradores também diminui.

Além de uma maior conectividade tecnológica e inclusão do empreendedorismo digital, o mercado dos cursos a distância vem crescendo no Brasil por uma série de motivos. E para lhe ajudar a alavancar neste mercado, você verá agora como criar um negócio EAD pode ser a melhor opção para o empreendedorismo digital:  

1- Redução de custos

A educação a distância é mais econômica quando comparada à convencional por diversos fatores. Os cursos EAD são geralmente mais baratos do que os presenciais, pois dispensam instalações, gastos com energia, aluguel, manutenção, entre outros. Além disso, o aluno não tem despesas com transporte, uma vez que não há a necessidade de se deslocar para assistir à aula, ou com alimentação.

Pesquisas revelam que cursos EAD podem custar até 66% menos e o retorno para a empresa outro fator que não deixa a desejar.

Na educação a distância, os processos ocorrem de forma muito mais dinâmica e o retorno do investimento costuma ocorrer de forma imediata. A formação das turmas, atualização e absorção do conteúdo, tudo fica mais veloz nos cursos EAD.

Todo esse processo, contribui para a excelência na educação, pois gera inovação e resultados que podem ser muito positivos.

2- Menor taxa de evasão

Muitas pessoas desistem de investir em cursos EAD por medo de que os beneficiados irão desistir rapidamente do curso, e não haja um retorno sobre o investimento.

Segundo a ABED, devido a fatores como flexibilidade desse tipo de capacitação e apoio das próprias instituições ou empresas, a evasão em cursos EAD é de apenas 3%, se comparado com os cursos autorizados pelo MEC (Ministério da Educação), cujo a evasão chega a quase 12%.

3- Maior flexibilidade

Uma das principais vantagens encontradas em um negócio cursos EAD talvez seja a flexibilidade de horários que essa forma de ensino oferece. Na educação a distância, o aluno assiste às aulas no momento em que estiver disponível a se dedicar. Não é necessário que ele adeque o seu dia a aulas em horários fixos; pelo contrário, ele faz sua própria grade e da forma que for mais conveniente à sua agenda.

Isso é um benefício principalmente para os alunos que têm rotinas apertadas e precisam conciliar os estudos a outras coisas, como trabalho e família, e para os estudantes que demandam uma logística mais complicada para frequentarem uma instituição física, por morarem longe, não terem meios de transporte, dentre outros fatores.

E em treinamentos corporativos, os cursos EAD podem ser feitos em casa, nos horários livres do colaborador ou até em algum momento no ambiente de trabalho.

Você já viu o quanto empreender neste mercado pode ser vantajoso para alavancar o seu empreendedorismo digital, certo? Agora, vamos adiante.

Agora, como atrair o público?

Uma boa ação é identificar os principais perfis de usuários, pois definir seu público-alvo pode aumentar gradativamente a chance de seu negócio de cursos EAD ser um sucesso. Divida as funções da sua equipe, onde uma parte pode ficar responsável por esta etapa, levantando dificuldades, pontos de atenção e diferentes possibilidades de público dentro das instituições de ensino.

Nos dias de hoje os alunos estão cada vez mais próximo dos detentores do conhecimento e, com isso, o acompanhamento detalhado de relatórios, engajamentos e conclusões, torna cada vez mais possível de acompanhar tais progressos.

A escolha mais importante: plataforma EAD

Ao montar um negócio de cursos EAD, será extremamente importante medir o consumo do conteúdo realizado por cada aluno, assim como o desempenho destes em cada assunto abordado.

É normal que no primeiro momento haja uma sobrecarga criada pelo pouco tempo para desenvolver conteúdo e o investimento que está se fazendo. Por isso, é muito importante ter uma plataforma que organize e crie uma hierarquia e apresentação para todo o conteúdo.

É muito importante ter uma plataforma que tenha organizado  a apresentação de todo o conteúdo. Através do sistema de gestão de aprendizagem (LMS, do inglês, Learning Management System) é possível trabalhar com a criação de conteúdo conectando recursos personalizados, e-commerce, gamificação, apresentações e fóruns.

Através dela, é possível ter acesso aos conteúdos de maneira rápida, em um ambiente de aprendizagem que envolve a participação ativa dos alunos e no desenvolvimento de atividades e práticas educacionais.

Conclusão

Mas uma coisa é certa: de nada adianta buscar investir no empreendedorismo digital se a escolha do nicho a ser seguido não for por paixão ao que se faz ou ao que se vende. Essa é a dica final, mas bem poderia ser a primeira. Veja se você tem o perfil para ter um negócio de cursos EAD na Internet, pois nenhum negócio vale a pena apenas pelo dinheiro, sem que haja uma satisfação pessoal.

Essa talvez seja na verdade a dica mais importante para quem quer saber como montar um negócio de cursos EAD e ter sucesso nessa área.

Espero ter ajudado em sua empreitada no mundo do empreendedorismo digital. E lembre-se, se houver alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, é só deixar um comentário ao final desta página ou entrar em contato conosco ok?

Até a próxima!

Os 7 fatos mais marcantes do Edools em 2016
Edools é eleita a melhor empresa para se trabalhar

Comentários (2)


  1. 16/11/2017 às 19:53

    De fato! Quem não gosta do que faz dificilmente terá sucesso ou se sentirá realizado… A escolha do nicho é muito importante!

    Obrigado pelo ótimo artigo!

    • Rafaela Espíndola
      17/11/2017 às 10:03

      Com certeza! Obrigada pela sua participação, um abraço 🙂

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.