Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

A sua empresa evoluiu e você precisa acreditar nisso

Este artigo é um guest post, escrito por Flávia Crizanto, professora de Marketing de Conteúdo e SEO no Instituto Infnet e fundadora da Brands & Blogs, especialmente interessada em metodologias colaborativas e comunicação não-violenta.

A sua empresa evoluiu e você precisa acreditar nisso

A estrutura das organizações mudou. Os tempos são outros.

Até aqui tudo muito óbvio.

O problema é que existe uma turma que duvida. Eu reconheço, abrir os olhos e se deparar com novos tempos pode parecer um pouco como engolir farinha. Não vai descer fácil. E aquela vontade de beber água para desentalar será inevitável.

Quando o copo está por perto, alívio.

Para quem ainda não bebeu dessa fonte, apenas reforço que seus concorrentes, colaboradores, parceiros ou outras conexões já estão pensando, vivenciando e aprendendo novas metodologias e tecnologias sociais.

E você, de uma forma ou de outra, terá que lidar com elas.

Os mais sabidos dirão: você está falando de colaboração, cooperação e processos horizontais, gestão distribuída, descentralização. A minha resposta é “sim” e “também”!

Hoje existem muitas metodologias de gestão e tomadas de decisão para auxiliar na fluidez, agilidade e transparência das organizações. É melhor você começar a conhecê-las e não continuar engasgado.

A culpa também é da tecnologia

A tecnologia tem uma parcela grande de responsabilidade nos processos de mudanças rápidas. Vamos lembrar que, em meados de 1990, a internet começou sua trajetória de popularização.

Não demorou muito e, logo vimos sua exploração social e mercadológica, formando o que muitos estudiosos chamam de cibercultura. O termo foi cunhado pela primeira vez em 1964, por uma mulher, Alice Hilton.

O recado de Hilton foi direto: “A revolução cibernética exige uma reestruturação dos programas e processos educacionais, porque só os seres humanos que aprenderem a usar a máquina com sabedoria serão por ela liberados para alcançar sua excelência”.  

Tenso, né?

O que isso tem a ver com sua empresa?

No começo desse texto, afirmamos que sua empresa mudou, mesmo que oficialmente você não tenha feito nada para isso (e nem queira).

Entretanto, estamos em um processo de transformação constante, com mudanças profundas ocorrendo a todo momento, em uma velocidade jamais vista.

O ponto principal é que existem influências externas. Conexões se formam de maneira remota e desterritorializada, sem você saber ou ver. Muitas vezes, sua empresa existe no ciberespaço, mesmo quando você não quer estar lá.

Não foram poucas as vezes que ouvi gestores dizerem que não estão nas redes sociais para evitar serem questionados ou criticados.

Como aproveitar ao máximo esse processo?

Vou dar como exemplo: a experiência que estamos tendo na Brands & Blogs. Uma empresa que surgiu nos últimos tempos como muitas outras pelo mundo: com um computador, uma mesa de trabalho e duas sócias em cidade distintas.

Em um período curto de tempo, já tínhamos dezenas de colaboradores em diferentes pontos do Brasil. As mesmas características também são encontradas nos clientes: poucos são aqueles com os quais temos a oportunidade de estar pessoalmente.

Quando aceitamos essa nova realidade, partimos também para outros desafios. Foi preciso pensar em novos padrões e processos de tomada de decisão, governança, operações e feedback. Pontos que são capazes de transformar toda uma estrutura.

O resultado que estamos tendo é um negócio mais resiliente, responsivo e ágil. Entretanto, sua empresa não precisa ter as mesmas características para você usufruir dos benefícios das novas tecnologias sociais.

Tecnologia versus humanidade

Apesar de eu ser uma entusiasta das novas tecnologias, é nítida a tendência do mercado e das pessoas por valores e processos mais humanos em toda a sociedade.

Como uma profissional de conteúdo, também vejo todos os caminhos se direcionando para esse foco. Como gestora, percebo o quão essencial é pensarmos em todas essas questões.

Marshall McLuhan, um importante teórico da comunicação, afirmou que os meios de comunicação são uma extensão do do homem, que podem funcionar como extensão ou auto-amputação de nosso corpo, sendo que tal extensão exige novas relações de equilíbrio entre os demais órgãos e extensões.

Como você está usando isso?

O match entre tecnologia e humanização

Informação, quando bem distribuída, promove poder compartilhado. Em tempos de trabalho remoto, as plataformas digitais são poderosas aliadas para otimizar fluxos, começar  mudanças ou fortalecê-las.

A vantagem é que as ferramentas digitais para registro, compartilhamento e acompanhamento  das informações são inúmeras e podem te ajudar a deixar os processos mais fluidos e humanos.

Quando começamos a sentir e conviver no universo da colaboração é comum escutarmos a afirmação de que cooperar dá mais trabalho, mas também nos leva muito mais longe.

No final, temos a opção de seguir engolindo a farinha seca ou compartilhar uma farofa preparada com outros ingredientes, vindos de diferentes fontes e degustados com muito mais prazer.

Para alcançar resultados mais humanos é preciso agregar recursos tecnológicos e também lançar o olhar para a construção de pedagogias sociais, para o aprimoramento de metodologias pelo diálogo constante com a sua comunidade.

Algumas ferramentas que podem ser associadas a esse processo são:

  • Trello
  • Asana
  • Drive
  • Slack
  • Edools

Conclusão

Quando começamos a sentir e conviver no universo da colaboração é comum escutarmos a afirmação de que cooperar dá mais trabalho, mas nos leva muito mais longe.

É um exercício forte de reaprendizado e servir ao bem comum, mesmo quando o foco é uma empresa ou, até mesmo, melhorar a competitividade.

No final, temos a opção de seguir engolindo a farinha seca ou compartilhar uma farofa preparada com outros ingredientes, vindos de diferentes fontes e degustado com muito mais prazer.

Flávia Crizanto

Brands and Blogs

A importância do treinamento EAD em uma rede de franquias
Tudo o que você precisa saber sobre o professor EAD

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.