TUDO SOBRE EAD

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

7 motivos para utilizar videoaulas em seu EAD


7 motivos para utilizar videoaulas em seu EAD

O ensino EAD tem crescido muito nos últimos tempos. A cada dia que passa, surgem novas universidades, escolas técnicas, cursos profissionalizantes, treinamentos. Todos eles para facilitar a vida do aluno, que muitas vezes não tem tempo de frequentar um curso presencial e, em alguns casos, nem dinheiro.

Mas, para este método ser de fato eficiente, você precisa proporcionar uma experiência única ao aluno. Uma experiência em que ele possa interagir ao máximo com a matéria. E para isso ocorrer, uma das melhores formas é utilizando videoaulas em seu EAD. Veja agora porque você deve incluir vídeo aulas em seus cursos.

#1. Aprendizado mais fácil

8 em cada 10 pessoas aprendem mais por meio de estímulos áudio visuais. As videoaulas promovem a interação com o aluno, o que exige dele menos esforços para assimilar as informações, despertando maior interesse pelo conteúdo. O que geralmente não ocorre apenas com o material escrito ou auditivo, que podem se tornar chatos e monótonos.

#2. Maior envolvimento do aluno

Recentemente, Peter Willmot, integrante do Pedagogic Research Group, CEDE, no Reino Unido, relatou que videoaulas, combinadas com outras atividades, têm o poder de envolver e motivar o aluno. Com sua grande riqueza de conteúdo, podendo explorar gráficos, animações, slides, sons e muitos outros recursos, deixam as aulas mais divertidas e fáceis de serem assimiladas.

#3. Fácil acesso

Com a tecnologia avançada que a internet nos proporciona, os alunos podem acessar as Videoaulas Em Seu EAD de onde quiserem, desde um computador até um simples Smartphone, e ainda assim obterem resultados melhores do que se estivessem em uma sala de aula, pois não têm outros alunos em volta que possam tirar a sua concentração.

#4. Custos reduzidos

Para manter professores num espaço físico, o custo é muito alto. Salas de aula ainda apresentam grandes despesas com água, luz, impostos, alimentação e outras. Despesas, que com as videoaulas são inteiramente dispensáveis.

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

#5. Concorrência acirrada

O mercado de EAD está se expandindo e, a toda hora, nasce um novo EAD, com tecnologias cada vez mais avançadas. Quem sai ganhando é o aluno, que possui ótimas opções para se especializar. Quem tem um curso EAD hoje, precisa ficar de olho em todas as inovações que vão aparecendo para não ser engolido pela concorrência. Um grande passo para isso é oferecer vídeo de qualidade.

#6. Material didático de qualidade

As videoaulas vêm se especializando mais e mais nos últimos anos. Já existe até estúdios de gravação e edição específicos para este fim, o que garantem a qualidade do material a ser oferecido para os seus alunos. Afinal, é a imagem da sua empresa que está em jogo, não é mesmo?

#7. Feedback dos alunos

Através de pesquisas feitas durante o curso, você tem a oportunidade de descobrir onde o aluno tem mais dificuldades, as suas necessidades e o que ele pretende aprender, podendo incrementar as aulas, ajustando o conteúdo para os alunos.

Viu só? Não faltam motivos para implantar um bom sistema de videoaulas em seu EAD. Além de promover um ensino de qualidade para seus alunos, você ainda reduz os custos da sua escola.  Se você ainda não trabalha com esses vídeos, aconselhamos que você comece, a partir de agora, pensar seriamente sobre o assunto. Agora, se você já usa essa tecnologia tão eficiente, deixe para a gente o seu depoimento!

Como gravar vídeo aula pode inovar seu EAD
5 Dicas para detonar a sua videoaula

Conteúdo VIP

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Sobre Maurilio Alberone

Atualmente é co-fundador do Edools e da Bizstart. Responsável pelo marketing e relacionamento com clientes do Edools, mas já desempenhou funções diversas. No passado foi professor universitário, consultor de gestão empresarial e empreendedor em outros negócios de tecnologia. É engenheiro de telecomunicações por formação, apesar de nunca ter exercido a profissão.
Ver todos os posts de Maurilio Alberone

Deixe uma resposta