Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Quanto ganha um youtuber e como ganhar dinheiro no youtube?

Cada vez mais ouvimos sobre pessoas que se tornaram influentes por meio do youtube, então surge a dúvida: quanto ganha um youtuber? Essa pergunta é realmente relativa. A monetização por meio do youtube tem critérios bem específicos e vai muito além de ter muitos inscritos. Mas nesse artigo te explicaremos todos esses critérios e conceitos. […]

quanto ganha um youtuber

Cada vez mais ouvimos sobre pessoas que se tornaram influentes por meio do youtube, então surge a dúvida: quanto ganha um youtuber?

Essa pergunta é realmente relativa. A monetização por meio do youtube tem critérios bem específicos e vai muito além de ter muitos inscritos.

Mas nesse artigo te explicaremos todos esses critérios e conceitos. Além disso, você vai descobrir quanto ganha um youtuber e como ganhar dinheiro no youtube. Confira!

Nesse artigo você irá encontrar:
O que é vlog?
Quanto ganha um youtuber?
Como ser um youtuber de sucesso?
Como funciona o pagamento de um youtuber?
Por que é tão difícil ganhar dinheiro no youtube?
Então como ganhar dinheiro no youtube

O que é Vlog?

Conforme a tecnologia avançava, a comunicação se dinamizava. Esse processo levou a uma maior valorização das mídias visuais, como os vídeos. Os blogs, que eram tão populares poucos anos atrás, deram espaço aos vlogs.

Os vlogs são nada menos que blogs em formato de vídeos. São mais rápidos, informais e pessoais.

Assim como num blog, o dono fica livre para determinar o conteúdo e produzir os vídeos. A diferença é que um vlog tem muito mais recursos audiovisuais a serem explorados que um blog.

O vlog consegue ter o recurso de texto, que é o alicerce do blog, e ainda ter música, animações, ilustrações e a própria fala, que ajuda a aproximar o público. Por isso, o vlog acaba sendo mais rico que o blog.

Os vlogueiros que usam o youtube para postar os vídeos, são chamados de youtubers.

Quanto ganha um youtuber?

No Brasil há milhares de youtubers, alguns famosos no mundo todo. Os canais têm os mais diversos tipos de conteúdo e personalidade. Abaixo temos alguns exemplos de vlogueiros brasileiros e quanto ganha um youtuber.

Whindersson Nunes

Com mais de 28 milhões de inscritos, Whindersson é o segundo youtuber mais famoso do mundo.

  • Vídeos: 339
  • Inscritos: 28,2 milhões
  • Ganho mensal estimado: $14,400.00 – $230,400.00

Pipocando

Canal que faz análise de filmes e séries em geral, tem uma linguagem bem dinâmica.

  • Vídeos: 929
  • Inscritos: 3,2 milhões
  • Ganho mensal estimado: $1,890.00 – $30,240.00

Pausa para feminices

O canal tem como temática maquiagem, fazendo tutoriais e indicações de produtos.

  • Vídeos: 300
  • Inscritos: 1,3 milhões
  • Ganho mensal estimado: $198.75 – $3,180.00

Jout Jout

O canal Jout Jout é sempre uma espécie de monólogo, que vai do humor ao auto ajuda.

  • Vídeos: 377
  • Inscritos: 1,6 milhões
  • Ganho mensal estimado: $1,860.00 – $29,760.00

Ana Maria Brogui

O canal tem como foco a culinária, com receitas originais e reprodução de outros programas.

  • Vídeos: 611
  • Inscritos: 3 milhões
  • Ganho mensal estimado: $1,155.00 – $18,480.00

Como você pode ver, há todo tipo de tema. Há canais sobre música, cinema, culinária, humor, auto ajuda, política. Não há receita pronta. Na verdade, a maioria desses youtubers não tem nada em comum. Então o que leva essas pessoas a serem youtubers de sucesso?

Como ser um youtuber de sucesso?

Para ser um youtuber de sucesso é necessário esforço e dedicação. Só assim, com o canal estruturado, você saberá na prática como ganhar dinheiro com youtube. Para te auxiliar, montamos um passo a passo simplificado para começar o vlog.

1. Escolha o tema

A escolha do tema é a primeira decisão a ser tomada. Você deve escolher um tema que goste e tenha facilidade para falar. Ainda que você não domine o tema, sendo de seu interesse, terá mais vontade de aprender sobre.

Nesse sentido, é provável que você também se encaixe no perfil alvo que quer alcançar, isso facilitará a tomada de decisão do tema. Pois o que sua audiência gostaria de assistir, é o mesmo que você também gostaria de ver.

Ainda que colocar-se no lugar do seu público seja uma boa estratégia, não dispensa a pesquisa de mercado. Em qualquer negócio é indispensável saber a receptividade do público ao que será lançado. Esse cuidado vai te ajudar a não fazer um mau investimento, parcerias inadequadas, entre outros deslizes possíveis quando não se sabe de fato o que o público quer.

2. Produza conteúdo de qualidade

Para que o seu canal tenha muitas visualizações é essencial que ele tenha um conteúdo interessante e atrativo. Para isso, é importante se atentar ao ambiente, equipamentos, tecnologia, divulgação, interação. São os mesmos cuidados que aconselhamos na transmissão ao vivo.

A diferença é que no caso do vlog esse cuidado é mais constante e escalável, pois será tomado em todos os vídeos. Outra diferença é que o trabalho de pós produção no caso do vlog é muito maior, pois há a etapa de edição. Nos vlogs a edição e o cenário costumam ser muito marcantes e características, para criar uma identidade para o canal.

Outro ponto é que por ser constante, o vlog deve ter uma frequência de postagem fixa. Assim, o seu público sempre voltará ao canal em busca de vídeos novos. Um canal atualizado instiga a curiosidade do público.

Lembre-se que, assim como nos cursos online, vídeos mais curtos são mais cativantes. O público não quer se sentir preso por todo aquele tempo, tem que ser conquistado para procurar mais vídeos. Então o ideal é criar vídeos curtos e dinâmicos.

3. Siga as regras

O Youtube impõe uma série de critérios específicos para a monetização dos vídeos. Essas regras ajudam a garantir a qualidade e teor dos vídeos. Essas são:

  • Conteúdo 100% autoral
  • Ter pelo menos 1000 inscritos.
  • Ter pelo menos 4000 horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses.
  • Seguir todas as diretrizes de conteúdo do YouTube.
  • Apresentar um bom desempenho em relação à engajamento e comportamento no canal.

Essas são as normas básicas para começar a ganhar dinheiro com youtube. Apesar de rigorosas, não garantem que você terá lucro, mas são o início para certificar que o canal está apto a participar do programa de parcerias do Youtube.

4. Cadastre-se

Dando continuidade ao processo de monetização dos vídeos, o próximo passo é se tornar um parceiro Youtube se cadastrando no programa Youtube Partner. Dessa forma, será possível gerar receita por meio de anúncios, assinaturas e merchandising.

Seguindo todas as regras citadas no passo 3, você será aceito no programa. E então você deve se cadastrar no Google AdSense utilizando sua conta google. Assim, você poderá associar seus vídeos aos anúncios contratados através do google.

5. Associe os vídeos

O último passo é escolher quais anúncios serão exibidos no seu vídeo. Há diversos tipos e formatos de anúncio: gráficos, de texto, uma mistura dos dois.

A escolha inclui um leilão entre os anunciantes. Pense com cuidado. Não é um bom caminho selecionar anúncios visando somente o lucro. Você deve selecionar anúncios que tenham a ver com o conteúdo do vídeo e que estejam de acordo com os valores do seu canal e principalmente do seu público.

Uma escolha descuidada pode afastar a audiência. Imagine um anúncio de cerveja na abertura de um vídeo infantil? Certas combinações podem ser catastróficas e afetar a imagem do seu canal e a sua própria. Por isso, pense no seu público.

6. Relacione-se

Como toda profissão que lida com público, networking é fundamental. Ter boas conexões vai atrair marcas para anunciarem nos seus vídeos, promoverem seu canal, te convidarem para eventos.

Todas essas práticas são cotidianas na vida de um youtuber e são realmente importantes para impulsionar seu trabalho. Quanto mais famosos você e seu canal, mais pessoas serão atraída para ele.

Como funciona o pagamento de um youtuber?

Agora você já sabe quanto ganha um youtuber e como ganhar dinheiro no youtube. Mas é preciso estar ciente de como funciona o pagamento. Como mencionamos no início do texto, o Youtube tem uma série de critérios específicos para pagar seus vlogueiros.

Para calcular esse ganho, o Youtube tem uma taxa de variação chamada CPM, ou Custo Por Mil. Isso significa dizer que o pagamento é medido de acordo com os milhares de visualização. Em número reais, a CPM pode girar entre U$0,25 e U$4. Ou seja, a cada mil visualizações, você pode ganhar entre 25 cents e 4 dólares.

A taxa tem uma variação tão grande porque depende de vários fatores. São eles a qualidade de tráfego, país de origem, tipo de nicho de vídeo, preço de anúncios específicos, bloqueio de anúncios, taxa real de cliques, entre outros fatores.

Além disso, para que o anúncio seja enquadrado como assistido, é preciso que o público clique no anúncio ou assista pelo menos 30 segundos. Como sabemos, atualmente é possível pular o anúncio a partir de 5 segundos, o que dificulta muito alcançar essa meta.

Supondo que o público clique no anúncio ou assista o tempo mínimo, ainda assim  você não vai receber todo o valor prometido pelo anúncio. Em cima do valor pago pelo anunciante, 45% fica para o Youtube. Então não é possível contar com esse valor integralmente.

Outro ponto é que o valor só pode ser efetivamente retirado a partir de 100 dólares acumulados. Então pode levar um tempo até esse valor acumular e você ter acesso.

Por que é tão difícil ganhar dinheiro no youtube?

Como podemos ver, além dos requisitos impostos pelo YouTube, há também uma burocracia acerca do pagamento. Se o canal não for muito famoso, ou seja, tiver muita visualização, o pagamento é baixo.

A imprevisibilidade acerca do “salário” é muito grande. Como o pagamento varia de acordo com o número de visualizações e a taxa CPM também pode mudar, é muito inseguro contar com esse dinheiro para despesas primordiais. Em um mês pode se receber muito e no outro quase nada.

Não se pode chamar de salário um número tão incerto. Inclusive porque não há leis trabalhistas que regulamentam a profissão de youtuber. Por ser um ramo muito novo, e também muito complexo de se enquadrar em um padrão devido a monetarização incerta, não há órgão específico que proteja o profissional.  

É muito incerto se dedicar e fazer disso uma profissão sem ter certeza de retorno.

Então como ganhar dinheiro no youtube?

O Youtube é uma ótima ferramenta para trabalhar com vídeos, mas não deve ser o centro de seu trabalho.

Diversificar os canais de exposição é uma ótima estratégia tanto para ganhar dinheiro com os vídeos, quanto para driblar a pirataria.

Pelo menos no caminho até ter um canal grande e estabilizado, o ideal é que o Youtube seja mais um meio e não o único.

Redes Sociais

É interessante investir em outras ferramentas, como as redes sociais. A vantagem de usar as redes sociais é que o público já está concentrado nela. Então, não é necessário sair dali para assistir aos vídeos.

Essa facilidade torna o vídeo muito mais cativante ao público, principalmente se tratando dos mais jovens. Muitas vezes esse público tem preguiça de migrar de uma plataforma para outra. Então mesmo que o Youtube notifique uma atualização no canal inscrito, é muito frequente que o público deixe para depois e acabe não assistindo.

Com o vídeo hospedado na plataforma que ele já se encontra, é mais prático e portanto mais atrativo.

Além disso, a divulgação nas redes sociais é essencial nesse ramo. Com o vídeo hospedado na própria rede social, a divulgação também é facilitada. Com um clique o público compartilha o conteúdo.

A melhor solução

Investir em outras ferramentas também abre um leque maior de opções de monetização. É uma forma de investir nesse ramo crescente, mas ter maior segurança financeira.

Hospedar os vídeos em uma plataforma especializada tem uma série de vantagens. Se tratando dos canais que tem como conteúdo tutoriais, cursos e similares, uma plataforma educacional é ideal.

Além da segurança, estabilidade e praticidade, a forma de comercialização é muito melhor.

Na Edools, por exemplo, há o módulo e-commerce. Esse módulo permite que o público tenha acesso à todo o seu conteúdo através de uma assinatura, como na Netflix. Esse modelo de cobrança é muito mais garantido, já que é um valor fixo.

Tendo um conteúdo de qualidade, com a divulgação certa, você conseguirá um público fiel para fazer a assinatura.  

Conclusão

Ser um youtuber pode ser um ótimo negócio, mas também pode acabar em um esforço unilateral sem resultados. Para que isso não aconteça, o melhor caminho é investir paralelamente em outras estratégias, como plataformas especializadas.

Dessa forma, é possível unir outros recursos e o youtube e alcançar um resultado mais concreto.

Ensino Híbrido na Prática - EaDCast #06
Soft Skills: habilidades que destacam profissionais

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.