Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Quanto cobrar por um e-book? [ATUALIZADO – 2022]

A precificação é um dos maiores desafios que os freelancers enfrentam ao oferecer seus serviços e é um assunto que ainda gera muitas dúvidas.  É muito comum, por exemplo, os profissionais se perguntarem quanto cobrar por um e-book e, ainda, para quais partes do material é possível oferecer o seu serviço.  No entanto, a precificação […]

A precificação é um dos maiores desafios que os freelancers enfrentam ao oferecer seus serviços e é um assunto que ainda gera muitas dúvidas. 

É muito comum, por exemplo, os profissionais se perguntarem quanto cobrar por um e-book e, ainda, para quais partes do material é possível oferecer o seu serviço. 

No entanto, a precificação é um momento importante para o profissional. Afinal, caso o valor esteja baixo demais, estará desvalorizando o seu conhecimento; e, caso esteja acima da média, você pode ter dificuldades em captar clientes. 

Então, como cobrar de maneira justa, sem depreciar o seu serviço? 

Neste conteúdo, você vai entender como fazer um e-book, quanto cobrar por ele e as possibilidades de gerar renda oferecendo seu trabalho nas mais diversas etapas de criação do material, desde a escrita até a divulgação. Vamos lá?

 

Como fazer um e-book?

Antes de saber quanto cobrar por um e-book, esse conteúdo tão rico, é importante saber em quais etapas você, enquanto freelancer, pode se envolver e oferecer o seu serviço. 

Tudo isso depende do seu conhecimento e da sua experiência para identificar em quais momentos você pode gerar uma renda extra.

Portanto, confira agora como fazer um e-book e quanto cobrar por cada etapa!

 

1. Escrita do e-book 

Essa é a etapa mais importante de todo processo, na qual você coloca seu conhecimento no papel, sem economizar no repertório. Assim, busque tudo o que você sabe sobre determinado assunto e escreva o e-book.

 

Quanto cobrar? 

Atualmente, os valores podem variar entre R$120 a R$240, a depender da complexidade da escrita do material. 

Mas, antes de saber quanto cobrar por um e-book, é importante entender a sua composição e a urgência do material. Um e-book simples e com prazo apertado pode ter um valor mais alto do que um e-book com fluxo, por exemplo.

 

2. Revisão

Caminhando lado a lado com a escrita, a etapa de revisão é muito importante para garantir a qualidade do seu e-book. Aqui, é importante dedicar um tempo para uma revisão detalhada para verificar ortografia, gramática e o ritmo de leitura do conteúdo. Essa é uma forma de garantir a sua autoridade e a confiabilidade do material.

 

Quanto cobrar?

Atualmente, os valores variam entre R$28 a R$56 e seguem a mesma lógica de precificação da escrita: os valores podem variar de acordo com a urgência e complexidade do material, bem como a sua especificação. Conteúdos que exigem mais pesquisa podem ter um valor maior, a depender da necessidade do cliente.

 

3. Diagramação

Freelancers da área de design também podem oferecer seus serviços para diagramar o material. Essa etapa tem uma importância estratégica para o material, já que a parte visual também é essencial para impactar o leitor. 

 

Quanto cobrar?

Para esse tipo de trabalho, o preço pode variar de acordo com o tamanho do conteúdo e o seu fluxo de trabalho. Atualmente, os valores variam entre R$25 a R$135 e também podem envolver criação de mockups no processo.

 

4. Hospedagem

Não são apenas os serviços acima que podem ser realizados. Também é possível oferecer o serviço de criação do local onde o e-book será hospedado e disponibilizado na web. 

Quanto cobrar?

O valor depende das habilidades técnicas do freelancer, uma vez que a hospedagem e a manutenção dessa página pode ter um custo além do que apenas a sua criação. 

No entanto, já existem plataformas gratuitas para hospedagem de produtos digitais, que podem auxiliar nesse processo. 

5. Divulgação

Existem outros serviços inclusos na produção de um e-book que vão além da criação do material, como é o caso da divulgação. Nesse sentido, essa etapa também pode ser planejada e feita por um profissional freelancer.

Quanto cobrar?

A divulgação pode envolver desde a definição de uma estratégia de divulgação do conteúdo até a aplicação prática da estratégia. Isso significa que o valor pode variar de acordo com o que será desenvolvido pelo profissional, bem como pela sua expertise na área. 

 

Para quais partes do e-book posso oferecer meu serviço?

Até aqui, você deve ter observado que o profissional freelancer pode envolver-se de diferentes formas na criação de um e-book, certo? Desde a redação do material até a divulgação do conteúdo. 

Nesse sentido, você poderá oferecer o seu serviço em qualquer etapa do processo de acordo com o seu conhecimento

Se você já possui experiência com redação e revisão, por exemplo, é possível oferecer os dois serviços em conjunto para o cliente. 

Por outro lado, também existem freelancers que atuam em todas as etapas, ou seja, oferecem a criação completa de um e-book. Tudo vai depender do conhecimento e da experiência na área, é claro. 

 

Afinal, quanto cobrar por um e-book?

Apesar dos livros físicos serem mais caros, o e-book tem o seu  valor e ganha na praticidade para conquistar o leitor. Neste sentido, é preciso considerar alguns aspectos no momento de precificar o seu conteúdo rico, como:

  • Tipo de conteúdo;
  • Disponibilidade para afiliados;
  • Quantidade de páginas;
  • Complexidade do material.

Atualmente, você pode encontrar desde e-books que vão desde R$ 0,99 até mais de R$ 30,00, e o preço nem sempre está relacionado com a qualidade, podendo variar de acordo com a estratégia. Se você busca alcançar um grande número de pessoas, por exemplo, considere começar com um valor mais baixo e escalar conforme a procura aumenta.  

Para clientes que solicitam materiais mais complexos, como aqueles que exigem mais tempo de pesquisa e estudo, é possível cobrar um preço maior dentro do que é considerado justo, de forma a não desvalorizar o seu trabalho e mantê-lo competitivo no mercado.

Agora que você já sabe quanto cobrar por um e-book, que tal conhecer uma plataforma para apoiar o processo, com recursos completos para quem deseja atuar na produção de conteúdos ricos? 

Conheça a HeroSpark e veja as suas funcionalidades para ganhar dinheiro na internet!

Vantagens e desvantagens dos construtores de sites do ponto de vista de SEO
O que é imagem pessoal e 6 dicas para melhorar

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.