Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Programa de mentoria para a empresa: saiba como criar

Promover o acesso à capacitação dentro de uma empresa pode impactar consideravelmente no crescimento de um negócio.  Nesse sentido, muitas empresas têm apostado em programas de mentoria, pois essa prática gera benefícios para os colaboradores e são refletidos em grandes resultados organizacionais a médio e longo prazo.  Portanto, criar um programa de mentoria é um […]

Promover o acesso à capacitação dentro de uma empresa pode impactar consideravelmente no crescimento de um negócio. 

Nesse sentido, muitas empresas têm apostado em programas de mentoria, pois essa prática gera benefícios para os colaboradores e são refletidos em grandes resultados organizacionais a médio e longo prazo. 

Portanto, criar um programa de mentoria é um investimento rentável e essencial em busca da solidez no mercado. 

Pensando nisso, nós montamos esse verdadeiro guia para que você possa montar um programa de mentoria de sucesso para sua empresa. Confira!

 

O que é um programa de mentoria?

Um programa de mentoria está relacionado à busca por aprimoramento. Isso quer dizer que, em busca da melhor performance dos colaboradores, uma mentoria deve ser pautada em auxiliar no desenvolvimento de competências.

Assim, experiência, liderança e capacidade de motivar são aspectos essenciais em um mentor que, através de uma relação formal e estruturada, guia profissionais com menos experiência no desenvolvimento de suas capacidades.

Por meio de um programa de mentoria é possível realizar:

  • Acolhimento de novos profissionais;
  • Formação de lideranças;
  • Compartilhamento de experiências profissionais;
  • Transmissão da cultura da empresa;
  • Desenvolvimento de habilidades em potencial.

Dentro das empresas, os mentores devem ser responsáveis pelo acolhimento e capacitação dos seus mentorados. Por terem mais experiência com a cultura da empresa e as demandas da função, devem dedicar tempo e seus conhecimentos adquiridos na formação de seus mentorados.

Por exemplo: em um escritório de advocacia um associado sênior pode ser mentor de estagiários e associados júnior (recém-formados).  

Um programa de mentoria deve estar alinhado com a cultura e o propósito da empresa, o que norteia todo o planejamento de um mentor e direciona todos os aspectos internos que ele deve ressaltar para seu mentorado.

 

Mentoria é igual a Coaching?

Não. Enquanto no coaching o foco deve ser voltado para a ação em objetivos bem específicos no desenvolvimento pessoal, a mentoria busca o desenvolvimento de uma carreira. 

Assim, um mentor pode utilizar técnicas motivacionais de um coaching, por exemplo, mas um coaching não necessariamente tem uma experiência profissional na área de seu cliente.

 

Qual é a importância de ter um programa de mentoria?

Criar um programa de mentoria é um investimento no capital humano da sua empresa. Afinal, todos os envolvidos no processo são contemplados com o benefício duradouro que um programa como esse pode gerar. 

Os mentorados recebem a oportunidade de aprender, na prática, com profissionais que já experimentaram o lugar que ocupam. Desafios e acertos que anteriormente foram enfrentados por seus mentores darão mais segurança na tomada de decisões.

Já para os mentores, um programa de mentoria dentro de uma organização pode ser enxergado como um reconhecimento profissional. Toda bagagem prática adquirida em anos de trabalho se torna um produto de alto valor reconhecido pela empresa, estreitando os laços e motivando o colaborador. 

Esse investimento também causa grande impacto positivo para a empresa, como, por exemplo, diminuir os custos com a contratação de serviços externos para capacitação, colaboradores qualificados e retenção de talentos.

Outras vantagens de implantar um programa de mentoria em uma empresa são:

  • Aumento da produtividade por conta do bem-estar organizacional;
  • Estímulo à formação continuada dos colaboradores;
  • Possibilidade da criação de um plano de carreira eficiente;
  • Atração de profissionais qualificados para vagas futuras.

Atualmente, a cultura de uma empresa recebe muita atenção do mercado. Por isso, ter um ambiente de trabalho de alto rendimento aliado a valores humanizados pode atrair reconhecimento público.  

 

falar com um consultor

Como criar um programa de mentoria para minha empresa?

Toda empresa tem um programa de mentoria em potencial. Afinal, é natural que um colaborador recém-contratado busque informações e dicas de como executar melhor as tarefas do dia a dia com alguém que está no time a mais tempo.

A diferença é que, ao formalizar um programa de mentoria, é possível fazer um planejamento e estruturar melhor, dando segurança a mentores e mentorados. Mas como iniciar esse processo?

Entenda como criar um programa de mentoria em 5 passos:

  1. Determine os objetivos e métricas.
  2. Estabeleça e capacite a equipe de mentoria.
  3. Planeje o programa de mentoria.
  4. Selecione as duplas de mentores e mentorados.
  5. Avalie os resultados e otimize quando necessário.

 

Determine os objetivos e métricas

Entender onde a empresa quer chegar é o melhor ponto de partida. Isso porque, só será possível avaliar todo o processo ao final, se uma expectativa foi determinada no princípio. 

Por meio dos objetivos também se torna possível estabelecer as métricas que auxiliam no acompanhamento do programa de mentoria.

Se o seu objetivo for treinar um colaborador para assumir nova função, por exemplo, suas métricas podem ser o tempo estabelecido para capacitação e o período esperado para adaptação. 

 

Estabeleça e capacite a equipe de mentoria

A escolha do time de mentores passa pelo conhecimento que você tem sobre seus colaboradores mais experientes. Não é apenas o tempo na empresa e o conhecimento sobre os negócios e tarefas, mas também o perfil de liderança que você espera replicar.

Junto com essas escolhas, precisa existir um plano de capacitação para esses mentores em potencial para que eles possam utilizar suas bagagens de maneira mais eficiente.

 

Planeje o programa de mentoria

Trace critérios e estabeleça modelos de interação e métodos que devem ser utilizados pelos mentores. Crie um plano de trabalho e alinhe as expectativas junto a toda equipe que vai participar do programa. 

Também é muito  importante pensar em uma equipe de suporte para auxiliar os mentores, especialmente no início do programa.  

 

Selecione as duplas de mentores e mentorados

Os talentos a serem mentorados e seus respectivos mentores precisam  ter uma relação de confiança e sabemos que uma conexão empática é fundamental para o processo. 

Então, é muito importante uma avaliação que forme duplas com base nas necessidades a serem alcançadas, levando em consideração o perfil de cada um. 

Reuniões de alinhamento, aconselhamentos e feedbacks podem ocorrer presencialmente ou em plataforma digital, conforme atenda as demandas do negócio e dos colaboradores. 

 

Avalie os resultados e otimize quando necessário

Ao terminar cada ciclo do programa de mentoria, é importante analisar os resultados com base nos objetivos e métricas definidas no início. Isso vai ajudar a identificar o saldo positivo e as melhorias a serem feitas. 

 

Como saber se um programa de mentoria é um sucesso?

Além da análise de métricas e objetivos alcançados, solicitar feedbacks dos mentorados é muito relevante para reforçar os pontos fortes do seu programa de mentoria ou para realizar otimizações.

Ainda tem dúvidas sobre os benefícios da mentoria para os seus negócios? Quer saber sobre ferramentas que podem ajudar você a criar um programa de mentoria de sucesso para sua empresa? 

Então deixe o seu comentário com as suas questões para que possamos ajudá-lo!

3 dicas de gestão remota para uma equipe de alta produtividade

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.