Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como implementar um plano de cargos e salários de sucesso?

No artigo de hoje, vamos mostrar a importância dos planos de cargos e salários, como implementá-los e de que maneira eles se tornam importantes na hora de manter seus colaboradores no quadro de funcionários.

plano-de-cargos-e-salarios

Vivemos em uma sociedade onde o capital manda e precisamos dele para sobreviver. Todas as necessidades precisam do uso do dinheiro de alguma forma para serem realizadas.

Desde as nossas necessidades mais básicas e essenciais como comer, dormir, nos vestir, até as nossas necessidades de autorrealização, sejam elas pessoais, como viagens e bens materiais, ou profissionais como promoções e aumentos de salário.

Mas o que tudo isso tem a ver com a implementação de um plano de cargos e salários de sucesso em uma empresa? Tudo!

O nosso texto de hoje vai auxiliar gestores do RH, assim como donos de empresas, a entenderem a real necessidade de estruturar um plano de cargos e salários dentro da organização.

Mas, se você é um funcionário insatisfeito com o seu atual trabalho, pois não vê um plano de cargos e salários bem definido, ou pensando em mudar de área ou empresa, saiba que esses pontos são essenciais para se buscar na sua nova função ou trabalho.

Busque sempre empresas que valorizem o seu trabalho e criem planos de futuro para sua área e cargo. Saber para onde progredir nos próximos anos profissionais pode ser um incentivo de crescimento para você, sua equipe e a empresa como um todo.

Neste artigo abordaremos os tópicos abaixo para ajudar você a entender melhor sobre o assunto:

Boa leitura!

O que é e como funciona um plano de cargos e salários

Ao iniciar uma carreira, ninguém começa fazendo duas coisas: entra sem pensar em quais serão seus próximos passos dentro daquela empresa e também não inicia uma carreira com o sonho de ficar estagnado em um mesmo cargo para sempre.

Muito pelo contrário! Todos buscam sempre crescer para se tornarem profissionais melhores, mais cobiçados, e consequentemente, melhor remunerados. Afinal, ter sucesso na vida profissional é o sonho de muitos colaboradores.

Mas, primeiramente, vamos entender mais como funciona e o que é um plano de cargos e salários em uma empresa.

Em uma corporação, o número de cargos pode variar bastante. Um empreendimento pode ser de pequeno porte, tendo apenas três tipos de cargos diferentes, até uma grande companhia que varia do estagiário ao diretor, passando por milhares de cargos e subdivisões dentro de cada um deles.

A grande questão é que, uma vez dentro da empresa, é praticamente impossível saber todos os cargos disponíveis. Esse fator quase nunca é do conhecimento de todos os colaboradores. Por esse motivo, muitos profissionais acabam se perdendo no processo, causando conflitos até mesmo para reconhecer a tarefa de cada um na sua área.

Quem nunca fez amizade com alguém do trabalho e foi descobrir o cargo, a função ou o sálario da pessoa tempos depois e pensou: “nossa! Nem sabia que existia esse cargo ou esse nível dentro da empresa.”

Por isso, como forma de suavizar qualquer tipo de problema ou tensão entre funcionários sobre qual o seu cargo e suas funções, existe o plano de cargos e salários.

Com ele, o departamento de Recursos Humanos consegue estruturar as tarefas e competências de cada cargo (conhecimentos, habilidades e atitudes).

Também consegue situar cada um sobre o salário que será pago na sua função. Dessa maneira, é possível obter uma visão sistêmica de todos no organograma da empresa.

Entre as inúmeras vantagens da implantação do plano de cargos e salários na sua empresa está a de permitir que o RH classifique seus colaboradores de acordo com seus talentos e suas aptidões. Desse modo, é mais fácil e correto adotar uma política de remuneração adequada conforme a função desempenhada por cada um dos funcionários.

O plano de cargos de salários também acaba se tornando um guia interno sobre cargos e os seus respectivos salários, capaz de auxiliar os gestores e funcionários no dia a dia.

O plano ajuda também aqueles que querem saber o que é preciso para receber uma promoção ou um aumento de salário e, por isso, é feito para ajudar o funcionário, principalmente aqueles que querem subir na empresa.

É importante lembrar que há uma diferença entre o plano de cargos e salários e o plano de carreira. O plano de carreira é individual de cada profissional, apontando em que direção ele pode crescer e quais cargos pode assumir durante o seu tempo de “casa”. Esse, também é muito importante para uma empresa, mas falaremos mais sobre em um outro artigo.

Só para entendermos melhor:

  • Plano de Carreira: é um programa que estipula o caminho que cada funcionário vai percorrer dentro de uma empresa. Ele determina as competências necessárias para cada posição hierárquica e também qual é a expectativa da organização em relação àquela posição.
  • Plano de Cargos e Salários: é um programa mais pragmático e mais técnico. Ele é como um manual, estabelecendo quais cargos e funções existem na empresa, suas definições, as competências necessárias para um funcionário se encaixar em cada um deles e as faixas salariais que abrangem.

A importância e os benefícios de um plano de cargos e salários

Um plano de cargos e salários preparado pelas empresas descreve cada um dos cargos que aquela organização possui e, consequentemente, as questões salariais e benefícios atrelados a eles.

Além disso, também pontua os critérios para o desenvolvimento profissional e para as promoções, demonstrando equivalência nessas escolhas.

Para profissionais que buscam empresas onde possam crescer, tudo isso é bastante atrativo, já que o objetivo da maioria dos trabalhadores é crescer profissionalmente, contar com bons salários e benefícios e sentir na empresa, a transparência de que todos os assuntos relacionados aos funcionários são tratados de forma clara e direta.

Dessa maneira, a sua empresa terá um diferencial estratégico quando for contratar novos talentos.

Empresas que não possuem um plano de cargos e salários deixam o funcionário desmotivado e sem perspectiva de crescimento. Desse modo, além de não se esforçar para crescer na empresa, o funcionário pode se sentir pouco valorizado e se acomodar no cargo atual.

Essa situação pode ser crítica para a empresa, e até mesmo, para o funcionamento de um setor como um todo. Afinal, independente do tamanho da empresa, os setores e cargos precisam trabalhar entre si, e com um funcionário desmotivado e empurrando suas funções para depois, todo o cronograma da empresa pode sofrer atrasos.

Como implementar um plano de cargos e salários na sua empresa

Como dissemos anteriormente, o plano de cargos e salários é essencial para qualquer corporação, independente do seu tamanho, porque ele determina pontos importantes que precisam ser postos em prática, além de diminuir riscos de processo trabalhista.

Apenas em 2013, de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça, o Brasil contabilizou aproximadamente 4 milhões de ações na Justiça do Trabalho, um número significativo quanfo comparado a outros países como o Japão, que contabilizou apenas 3 mil ações, no mesmo período.

Diante deste cenário, e com os inúmeros adventos tecnológicos, difusão rápida da informação e redes sociais, fica cada vez mais fácil saber os salários e cargos dos funcionários de uma mesma equipe.

Por isso, é notório que as empresas nacionais, independente do porte, precisam de uma estruturação do RH, com um plano de cargos e salários, a fim de diminuir o risco trabalhista, principalmente em relação a equiparações salariais.

A partir do momento que seus colaboradores sabem de onde estão para onde podem ir, a percepção muda. Se ele sabe que existe uma possibilidade de crescimento em seu ambiente de trabalho, ele tem tudo para se esforçar para se tornar um melhor profissional, fato que será bom não só para ele, mas para a empresa como um todo. Funcionários motivados são sinônimo de sucesso e crescimento.

Abaixo descreveremos todas as etapas importantes para implementação de um plano de cargos e salários na sua corporação.  

Organização e Planejamento do Trabalho

Na primeira fase é necessário entender o atual funcionamento organizacional da empresa, hierarquias, políticas internas, aspectos estratégicos e administrativos, entre outros processos que envolvem o relacionamento com o colaborador, a fim de desenvolver um projeto que condiz com a empresa.

Neste momento, o envolvimento do corpo executivo é fundamental para o sucesso do Plano.

Divulgação

Indispensável uma comunicação única, clara e transparente com o objetivo de envolver todos os colaboradores acerca dos objetivos e metodologia a serem empregados, bem como o de buscar uma postura participativa e o comprometimento de todos, minimizando expectativas geralmente criadas por falta de informações.

Levantamento de atribuições

Fase de identificação e levantamento de todas as funções existentes na empresa em todos os níveis por meio de processos de entrevistas e/ou questionários para a elaboração das Descrições de Cargo.

O processo de levantamento também deve servir para análise, uniformização e padronização dos cargos.

Descrições de Cargo

Trata-se da narrativa que contém os aspectos detalhados do cargo, seu conteúdo, ou seja, o que o cargo faz, como faz e para que faz, além das especificações, competências e habilidades para o pleno desempenho do ocupante da posição.

Este relatório também servirá como base para recrutamento.

Avaliação e Classificação dos Cargos

Momento de adequar o valor relativo de cada cargo (equilíbrio interno), ou seja, dimensionar e hierarquizar por ordem de importância todos os cargos da organização.

Pesquisa salarial

A pesquisa salarial tem finalidade de obter elementos de comparação entre a estrutura da empresa e os níveis de remuneração praticados pelas principais empresas do mercado na qual a organização se insere.

É a garantia da igualdade externa de qualquer política salarial, deve ser feita por meio de uma pesquisa de mercado junto às outras empresas da mesma região, porte, ramo de atividade etc.

Determinação de estrutura salarial

Nesta fase, os valores das faixas salariais para cada cargo ou grupo de cargos da empresa são calculados.

Exercício de enquadramento de cargos e salários

Todos os custos envolvidos na implantação do Plano de Cargos e Salários (PCS) são calculados, bem como a estratégia de implantação de acordo com as condições financeiras da empresa, tentando minimizar os impactos.

Política de Cargos e Salários

Finalização do processo de criação e implantação do PCS, bem como os mecanismos para a manutenção do mesmo. A Política de Cargos e Salários consiste no conjunto de normas, procedimentos e ações que zelam pelas premissas básicas da administração de cargos e salários.


Resumindo, colocar em prática a implantação do Plano de Cargos e Salário dentro de qualquer organização, seja ela grande ou pequena, mostra-se extremamente benéfica.

Afinal, uma vez que a empresa diminui os riscos de ações trabalhistas, aumenta a motivação dos colaboradores, atua no mercado de forma transparente ela não só possibilita a criação e valorização de talentos quanto se coloca no mercado de forma direta e consciente.

Esperamos que o texto de hoje o ajude a melhorar a sua empresa e trazer mais talentos prontos para crescer profissionalmente. Para mais artigos como esse, assine a nossa Newsletter.

Como fazer a precificação de um curso online?
Árvore de decisão: o que é e como utilizar em sua empresa

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.