Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Aprenda o que é pitch com exemplos bilionários

Você saberia apresentar a sua empresa em 5 minutos? E se te pedissem para apresentar a sua marca em 2 minutos? Em 30 segundos, conseguiria falar? Se você respondeu não a essas perguntas, então precisa saber o que é pitch. As principais marcas do mercado conseguem apresentar suas propostas de valor de forma rápida e […]

Você saberia apresentar a sua empresa em 5 minutos? E se te pedissem para apresentar a sua marca em 2 minutos? Em 30 segundos, conseguiria falar? Se você respondeu não a essas perguntas, então precisa saber o que é pitch.

As principais marcas do mercado conseguem apresentar suas propostas de valor de forma rápida e eficiente, por meio do pitch.

Neste texto, apresentaremos em detalhes este conceito, o passo a passo de como criar e alguns pitch de empresas bilionárias para te inspirar!

 

O que é pitch

Sabe aquelas histórias longas que a gente vê por aí? Cheias de detalhes, contextualizações e que se desenvolvem bastante antes de apresentar a conclusão? O pitch é o contrário disso.

Se trata de uma apresentação de vendas que serve para despertar o interesse na sua ideia, solução ou empresa. Ele pode ser feito para apresentar sua solução a um cliente, ou para convencer um investidor, por exemplo.

Ou seja, o pitch deve ser breve e ir direto ao ponto, com foco na transformação que você proporciona e no seu diferencial no mercado. 

Assim, um bom pitch contém os seguintes elementos:

  1. Explica a oportunidade;
  2. Apresenta o mercado em que atua;
  3. Mostra a solução;
  4. Enfatiza os diferenciais em relação à concorrência;
  5. Apresenta os seus objetivos para curto e longo prazo.

Veja em vídeo, com algumas dicas de como apresentar e de quais pontos citar sobre cada elemento:

O tamanho ideal de um pitch

Não existe resposta definitiva para essa pergunta. Isso porque um pitch pode ser apresentado em 1 minuto ou em 20.

O importante é apresentar apenas dados relevantes e prender a audiência, independentemente de quanto tempo leve.

Os principais modelos são:

  1. Uma frase: resumo do negócio em duas a três linhas.
  2. Elevador: explicação de 30 segundos a 1 minuto. 
  3. Pitch deck: apresentação mais completa, com uso de materiais de apoio, como slides. 

Nesse sentido, é interessante elaborar textos para os três modelos. 

 

Como elaborar e apresentar o seu pitch

Não existe fórmula perfeita ou regra definida. Afinal, cada negócio digital e cada empreendedor são únicos!

Logo, pense em quais informações você quer que as pessoas saibam sobre o seu negócio.

A partir daí, desenvolva a apresentação e adapte de acordo com os interesses e desejo das pessoas que vão ouvir. 

Você pode organizar o material em slides ou em algum programa de edição de texto. Outra alternativa é o Canva, com a vantagem de já ter templates prontos.

Para construir o seu, siga estas etapas:

 

Descreva o que você faz

Como já mencionamos, aqui o foco deve ser na necessidade do mercado que você resolve, não necessariamente no seu produto.

Por exemplo, ao invés de apresentar seu negócio como “escola de idiomas online”, é muito mais eficiente dizer que você “desenvolve métodos exclusivos para conseguir conversar com estrangeiros em até 6 meses”.

Escrevendo dessa forma, você deixa claro o que faz (aulas de idiomas), seu diferencial (o método), e o resultado (falar com estrangeiros em até 6 meses). Tudo isso em uma única frase!

falar com um consultor

 

Apresente a solução

Agora que você já explicou qual necessidade do mercado você soluciona, chegou a hora de contar como fazer isso.

Seguindo o exemplo anterior, você deve apresentar qual é o seu método próprio.

Por exemplo, “Através de um método focado na conversação em sala e na escuta de material nativo, é possível alcançar resultados X% mais rápido”. 

Aqui, você reforça o seu diferencial (resultados mais rápidos) e apresenta resumidamente como é a entrega de valor (conversação/escuta).

Dependendo do tempo do seu pitch, você pode incluir algumas demos dos seus produtos, como pequenos trechos de aulas ou materiais didáticos. 

 

Destaque os seus diferenciais

Depois de apresentar sua solução, explique com mais detalhes porque ela é diferente do restante do mercado. Este tópico já estava presente nas primeiras etapas, mas é importante reforçar. 

Uma boa estratégia é se comparar aos principais players do mercado. Por exemplo, no caso das aulas de idiomas, seria algo do tipo:

“A maioria das escolas foca na gramática, mas isso faz pouca diferença nas conversações cotidianas. Ou seja, nosso foco é na satisfação do aluno, que consegue ver resultados práticos de estudo em pouco tempo”.

 

Explique sua proposta

Este é o momento de concluir a apresentação e literalmente falar a que veio. 

Logo, se estiver apresentando para investidores, diga quanto está buscando e para que o dinheiro será usado. E se for para clientes, convide para conhecer o seu produto ou serviço.

Por fim, quando finalizar tudo, revise e se prepare para a apresentação! 

 

Exemplos de pitch

Se você quiser ver alguns exemplos de apresentação de pitch, o programa Shark Tank pode te dar alguma ideia.

É claro que a vida real é bem diferente de um reality show, mas basicamente cada participante apresenta um pitch para os jurados.

Além disso, também é possível consultar alguns modelos de grandes empresas do mercado na internet, como Facebook, Airbnb e Linkedin.

 

 

 

Agora que você já sabe o que é pitch e como fazer, que tal dar o próximo passo no crescimento do seu negócio digital? Com a HeroSpark, você consegue fazer lançamentos até 3x mais rápido, em uma ferramenta completa para produtos digitais! 

Modelo de negócio: conheça os principais formatos

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.