Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Funil de vendas e AIDA: qual é a relação e como usar?

Para ter sucesso, uma estratégia de marketing digital pode (e deve) ser baseada na união de duas importantes táticas: o funil de vendas e o AIDA.  O funil de vendas você provavelmente já conhece. Afinal, essa é uma estratégia que todo empreendedor precisa utilizar para trabalhar o seu público com destino à conversão e ao […]

Para ter sucesso, uma estratégia de marketing digital pode (e deve) ser baseada na união de duas importantes táticas: o funil de vendas e o AIDA. 

O funil de vendas você provavelmente já conhece. Afinal, essa é uma estratégia que todo empreendedor precisa utilizar para trabalhar o seu público com destino à conversão e ao sucesso da empresa. 

Já o modelo AIDA, criado por Elmo Lewis – precursor em vendas e publicidade nos Estados Unidos no século XIX -, é menos conhecido, mas igualmente importante. Isso porque, até hoje, ele continua sendo uma referência para o marketing.

Por isso, a união entre esses dois modelos – funil de vendas e AIDA – precisa ser conhecida por todo empreendedor que deseja impulsionar o seu negócio. E é sobre isso que vamos falar neste conteúdo. 

Portanto, boa leitura!

 

O que é um funil de vendas?

Também conhecido como pipeline, o funil de vendas é o caminho que um cliente percorre desde o momento em que ele conhece uma empresa até a finalização da compra. Vale dizer que essa jornada continua mesmo depois da compra. 

Para que essa trajetória do cliente seja acompanhada, o funil de vendas é dividido em três etapas: o topo de funil, o meio de funil e o fundo de funil.

Assim, além de acompanhar o seu público em seus interesses e trabalhar o poder de persuasão para conquistar bons resultados para o seu negócio, você saberá exatamente qual território a sua marca ocupa no mercado.

Para entender melhor um funil de vendas, vale ficar por dentro da Jornada de Compra do Consumidor. Assim como o funil, ela mostra como é a trajetória que o consumidor percorre ao entrar em contato com um negócio. 

Convém mencionar que a diferença entre uma Jornada de Compras e um funil de vendas é que a jornada é feita sob o ponto de vista do cliente e o funil é construído sob o ponto de vista da empresa. 

No entanto, ao trabalhar com ambos, você consegue analisar os dois lados e entender como essas estratégias ajudam o seu negócio.

 

O que é a metodologia e funil AIDA?

Dentro do funil de vendas, existe uma metodologia que torna a jornada da sua persona muito mais clara e fácil de entender. Ela é conhecida pela sigla AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação)

 

representação de um funil AIDA, com cada uma das etapas descritas: atenção, interesse, desejo e ação

 

Atenção

No funil de vendas AIDA, a primeira etapa é a atenção. Com ela, você deve atrair o seu público através de um assunto com o qual ele se identifique

Essa etapa é referente ao topo do funil, onde o seu potencial cliente conhece a sua empresa por meio de conteúdos que o ajudam a identificar um problema que ele nem sabia que tinha. 

Você pode produzir conteúdos muito relacionados a dores e ambições que se relacionem com o seu nicho de mercado. 

Por exemplo: uma agência de marketing digital pode produzir um artigo sobre “Como aumentar as vendas de um negócio” e se colocar com uma das soluções no material.

 

Interesse

A segunda etapa do AIDA é a geração de interesse do seu público. Ela representa o meio do funil, onde o seu potencial cliente está considerando a sua empresa como uma das possibilidades para a solução do seu problema.

Essa é a hora de apresentar mais o seu negócio. Continuando no exemplo da agência de marketing, nessa etapa pode ser trabalhada a importância de ter uma agência como parceira de um negócio, para pensar em estratégias e oferecer toda a expertise que alguém que não é da área não possui.

Os argumentos devem ter sempre um bom embasamento para serem persuasivos. Por isso, opte por fornecer conteúdos ricos para o seu público, como um e-book, ou até mesmo fazer lives nas suas redes sociais.

 

Desejo

A terceira etapa do AIDA serve para despertar o desejo do seu público em adquirir seus produtos ou serviços. 

Ela também refere-se ao meio do funil de vendas, onde você ainda está trabalhando a persuasão para o seu potencial cliente te ver como uma opção em relação à concorrência. 

No exemplo da agência de marketing, podem ser produzidos conteúdos que mostrem todos os benefícios que esse tipo de serviço pode oferecer a um negócio. Pode-se compartilhar, por exemplo, dicas sobre estratégias de marketing digital para mostrar ao público como esse serviço é poderoso.

Essa é uma etapa essencial dentro do seu funil de vendas AIDA. Por isso, capriche nos conteúdos e na sua estratégia. Afinal, para gerar desejo é preciso encantar o seu público. 

 

Ação

A última etapa do AIDA é a ação. Ela representa o fundo do funil de vendas, onde o seu visitante já se tornou um lead e agora ele precisa de motivos para tomar uma ação, ou seja, efetuar a compra

Aqui você pode trabalhar cases de sucesso de clientes que adquiriram seus produtos ou serviços e até mesmo oferecer descontos para uma primeira compra ou, quem sabe, uma amostra grátis. Vale tudo na hora converter seus leads em vendas para o seu negócio.

 

Quais os benefícios de usar o funil AIDA?

O funil de vendas AIDA é de extrema importância para qualquer negócio que queira se aventurar no marketing digital. É com ele que a sua persona vai se conectar com o seu negócio. E o que não faltam são benefícios para você investir nessa estratégia. Confira!

 

1. Sua estratégia não se resume apenas em vender

O marketing, seja ele online ou offline, é um conjunto de estratégias que trabalham sempre de encontro às vendas. Para isso, ele constrói a percepção de valor da sua marca e o relacionamento com o seu público e com os seus clientes. 

Assim, o AIDA trabalha todas as etapas necessárias para que a sua empresa seja bem vista no mercado e que, através da sua reputação, ela nunca pare de vender.

 

2. Mapeia o comportamento do seu cliente

Vender não é simplesmente oferecer os melhores produtos ou serviços. É preciso entender quais são as necessidades dos seus clientes. Por isso, você deve saber quais são as dores e ambições do seu público e trabalhar todo o seu marketing para que elas sejam atendidas. 

Lembre-se: de tempos em tempos, é preciso rever suas estratégias e entender que o seu funil de vendas comum e o seu funil de vendas AIDA precisam refletir as necessidades atuais que o seu negócio deve suprir no mercado.

 

3. É a fórmula perfeita para a sua equipe de vendas trabalhar

Com o AIDA, muito mais do que desenvolver o relacionamento com o seu público, você irá entregar à sua equipe de vendas leads com informações muito mais detalhadas. Assim, fica fácil transformar suas oportunidades de negócios em vendas. 

 

Como criar um funil de vendas AIDA?

Viu como o AIDA pode alavancar as suas vendas? Essa metodologia secular funciona para qualquer tipo de empresa e você não pode ficar sem aplicá-la no seu negócio, hein!

No entanto, saiba que, para implementá-la, você precisa contar com a ajuda de ferramentas que permitam esse feito, como é o caso da HeroSpark

Nessa plataforma, você encontra as melhores ferramentas para vender os seus produtos ou serviços, além de poder construir o seu funil de vendas AIDA com eficácia e sucesso!

Por isso, venha investir em um jeito mais assertivo e eficaz para o seu negócio decolar! Vem pra HeroSpark!

Gatilhos mentais para vendas: 20 ideias de frases
Como fazer uma página grátis na internet

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.