Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como compartilhar conhecimento no ambiente de trabalho

Há muito tempo, o conhecimento dentro do ambiente de trabalho era top-down, ou seja, os chefes passavam para seus subordinados o que achavam que era necessário, nem mais, nem menos. Hoje em dia, com as constantes mudanças no acesso à informação, esse tipo de pensamento caiu por terra e as corporações já entendem a importância […]

compartilhar-conhecimento

Há muito tempo, o conhecimento dentro do ambiente de trabalho era top-down, ou seja, os chefes passavam para seus subordinados o que achavam que era necessário, nem mais, nem menos.

Hoje em dia, com as constantes mudanças no acesso à informação, esse tipo de pensamento caiu por terra e as corporações já entendem a importância e a necessidade de seus funcionários compartilharem entre si o conhecimento adquirido.

Mas qual seria a melhor maneira de divulgar entre as equipes informações e sabedorias em relação a assuntos que impactam de forma direta ou indireta o trabalho?

No texto de hoje vamos falar sobre a importância de compartilhar conhecimento no ambiente de trabalho. Por isso, vamos abordar alguns pontos como:

Confira o nosso texto com dicas de como compartilhar conhecimento  no seu ambiente corporativo.

Boa leitura!

Por que compartilhar conhecimento no ambiente de trabalho?

Muitos profissionais acreditam que, para se destacarem dentro da corporação em que trabalham, precisam guardar a sete chaves os seus conhecimentos.

Para eles, compartilhar a sabedoria é uma ameaça, pois capacitaria seus colegas e isso significaria mais concorrência por promoções e aumentos salariais.

O que eles não percebem é que contribuir para o crescimento do outro é parte imprescindível do próprio crescimento. Os gestores vêem com bons olhos aqueles que têm postura de líder e isso envolve dividir experiências.

Além disso, o trabalho em si fica muito melhor quando as pessoas trocam conhecimento entre si, elevando o espírito da equipe e contribuindo para um maior entrosamento. Isso impacta diretamente na receita da empresa, uma vez que os funcionários se sentem mais felizes e motivados na hora de trabalhar.

Agora que entendemos a importância de compartilhar conhecimento no ambiente corporativo, entra o seguinte questionamento: por que as empresas, incluindo aquelas as com grandes recursos, não aplicam essa filosofia no dia a dia?

Uma das possíveis respostas é que os gestores que ainda estão presos a um modelo antigo de emprego acreditam que seus funcionários são meros realizadores de tarefas. Como consequência, acabam inibindo a troca entre os colaboradores sem perceberem como isso afeta negativamente a empresa.

Outro empecilho é que algumas corporações não sabem como estimular e estruturar a gestão de compartilhamento de conhecimento. Ao longo deste texto traremos dicas de como a tecnologia pode ajudar e explicaremos como a Comunicação Interna é parte essencial para garantir que essa missão seja bem-sucedida.

Por enquanto, vamos entender como o valor humano de uma empresa está ligado com o compartilhamento de experiências e sabedorias.

Conhecimento compartilhado impacta no valor humano

Podemos entender os valores humanos como as características que afetam a conduta de cada indivíduo. Ou seja, é tudo aquilo que é importante para uma pessoa e impacta nas suas ações e decisões, às vezes sem que ela perceba.

Levamos esses valores em todas as situações, até mesmo dentro do trabalho. Afinal, a satisfação do funcionário não está relacionada apenas a um bom emprego com estabilidade financeira.

Esse motivo deixou de ser o único importante e agora passa a dividir espaço com valores e missão da empresa. E da mesma forma que as pessoas têm valores, as empresas também devem ter.

São as crenças e atitudes que dão a “cara” da organização e, como consequência, caracterizam o conjunto de regras que os funcionários deverão cumprir na busca por resultados positivos.

Em linhas gerais, podemos entender os valores de uma corporação como a ética por trás dos comportamentos empresariais.

O que podemos entender dessa relação? É preciso ter conexão entre a vida pessoal e a profissional, e essa conectividade acontece através dos valores que esses dois ambientes compartilham.

Uma das melhores formas de fazer isso é através de uma cultura de compartilhar conhecimento, que estimula o colaborador se identificar mais com a marca para a qual ele trabalha.

Chegamos, então, a um ponto crucial: como compartilhar esse conhecimento? No tópico a seguir separamos algumas dicas e explicamos como envolver a Comunicação Interna é necessário para que as ações tenham eficácia.

As melhores práticas de compartilhamento de conhecimento

São muitos os recursos disponíveis para compartilhar conhecimento no ambiente de trabalho.

A lista a seguir é dividida em duas frentes: como usar a tecnologia para aproximar os funcionários e dicas de eventos presenciais que fazem toda a diferença na hora de trocar experiências.

O papel da Comunicação Interna

Antes de prosseguirmos, é preciso parar para refletir sobre o papel da Comunicação Interna nesse tipo de iniciativa.

A área é importantíssima para toda a empresa que quer valorizar seus funcionários e entende que a comunicação é um dos principais pilares para um trabalho, independente da área atuada.

Um dos principais desafios da Comunicação Interna é transformar os colaboradores em aliados. As empresas com culturas organizadas mais avançadas entendem que os resultados são diretamente proporcionais ao grau de comprometimento e entusiasmo do público.

Assim, quanto mais motivados os funcionários estiverem, melhores serão os retornos para a corporação. Além disso, a corporação só tem a ganhar com o repasse de informações vindo de uma fonte oficial.

É através do conhecimento que o colaborador pode se manter atualizado e em constante aperfeiçoamento, por isso a Comunicação Interna é instrumento poderoso para reforçar a cooperação, comprometimento e motivação dentro da empresa.

Isso é benéfico para o funcionário, que vê condições favoráveis de crescimento, e também para a organização, que vê o retorno em forma de produtividade e aumento de receita.

Neste contexto, entendemos que o papel da Comunicação Interna é encontrar as melhores práticas de compartilhamento de conhecimento e colocá-las em ação. Saiba a seguir algumas formas disso acontecer:

Use a tecnologia ao seu favor!

Aplicativos, e-mail marketing, webinars… A tecnologia e o fácil acesso a internet abriram um mundo de possibilidades para quem quer compartilhar conhecimento. Conheça alguma delas:

  • Aplicativos de comunicação interna

Que tal usar as redes sociais para o bem da empresa? Afinal, o Facebook, Instagram e Whatsapp vieram para ficar por um bom tempo – disso, não temos como fugir.

Quando incorporamos alguns desses elementos para o ambiente de trabalho, chamamos a atenção do colaborador e criamos um espaço para ele compartilhar com seus colegas informações relevantes para seu crescimento enquanto profissional e também para o avanço coletivo.

O Slack, por exemplo, é uma excelente ferramenta. Pode ser baixado como programa ou usado através de um link e possibilita diversos tipos de conversa: individuais, em forma de grupos ou canais.

Permite também o compartilhamento de arquivos e imagens e é integrado com vários outros aplicativos de produtividade, como Trello e Google Drive.

Já o Dialog foi criado por uma holding de comunicação com o objetivo de estimular a comunicação de forma integrada, impactando e engajando os colaboradores sem desviar o foco no local de trabalho.

Em forma de aplicativo ou web, a plataforma tem timeline interativa, ranking e gamificação, além de quizzes e enquetes.

Seja qual for o aplicativo escolhido, é preciso permitir que os funcionários troquem informações entre si em vez de limitar a comunicação no formato top-down.

  • Webinars

Muitas empresas possuem sedes em mais de um estado, ou até mesmo em países diferentes. Isso torna a integração das equipes, bem como o compartilhamento de experiências, mais complicado.

Ainda bem que hoje em dia existem os webinars: um seminário online em vídeo, podendo ser gravado ou ao vivo. O melhor dos casos é quando ele acontece com interação da audiência via chat, aumentando as trocas entre os colaboradores.

É um excelente formato de conteúdo e compartilhamento de conteúdo, podendo ser feito via Youtube, Google Hangouts ou até mesmo dentro de plataformas próprias das empresas, se as mesmas tiverem o suporte necessário para esse tipo de ação.

Boas práticas de Comunicação Interna indicam que é bom manter uma periodicidade fixa; sem ser muito espaçado para as pessoas não esquecerem, mas evitando o exagero para não dar uma sensação de obrigatoriedade.

  • Cursos Online

Outra boa ideia é apostar nos cursos onlines ou treinamentos. Reservar uma sala de reunião, uma vez por semana, e disponibilizar cursos para seus colaboradores pode ser uma opção barata e viável. Que tal procurar na nossa plataforma algumas boas opções para a sua empresa.

Eventos presenciais também são essenciais

Organizar as ações via tecnologia diminui os custos, o que leva muitas corporações optarem por esse tipo de prática. No entanto, é de igual importância as empresas pensarem em eventos ou parcerias presenciais.

O compartilhamento de conhecimento deve atingir todas as camadas, englobando o maior número de pessoas. Além do mais, a presença fixa costuma ser associada a maiores níveis de atenção, em especial em eventos que não permitem o uso de celulares.

  • Palestras no formato TedTalk

Os TED Talks ganharam o mundo: são uma série de conferências para divulgar “ideias que merecem ser disseminadas”, de acordo com a própria organização do evento.

São apresentações limitadas a 18 minutos sobre os mais diversos assuntos, desde produtividade até como a nossa postura muda o jeito como o mundo nos vê.

Que tal adaptar esse tipo de prática para a sua empresa? Os próprios colaboradores podem se voluntariar através de um questionário, dizendo o assunto da palestra, a previsão de duração e qual a importância daquele tema para o ambiente corporativo.

Para estimular a participação, no fim do ano os funcionários podem votar no seminário que mais gostaram e a pessoa responsável ganha um prêmio simbólico.

  • Cursos de capacitação interna

Para se manter relevante no mercado de trabalho, os profissionais devem procurar constante atualização sobre as tendências.

Não à toa, existem diversos cursos de capacitação nas mais diferentes áreas. As empresas querem que seus colaboradores tenham esse tipo de iniciativa, mas não percebem que as próprias organizações podem fornecer tal treinamento.

Outro exemplo, mais informal, veio da Petrobrás, que passou boa parte da década de 90 sem contratar. Depois de um tempo, quando os colaboradores começaram a se renovar, a estatal pediu para aqueles que estavam lá há anos transmitirem seus conhecimentos para os novatos.

É uma excelente forma de onboarding e reconhece o trabalho de quem está há muitos anos na instituição.

  • Parcerias com instituições de ensino

No entanto, nem sempre é possível ter funcionários palestrando uns para os outros. Nesses casos, o mais indicado é fazer parcerias com instituições de ensino para cursos livres ou até mesmo de nível superior.

Incentive os funcionários a procurarem conhecimento ao oferecer algum tipo de benefício, como descontos em cursos que vão voltar de forma positiva para a corporação. É uma excelente forma de promover a troca de experiências!

  • Eventos para o público interno

Nossa última dica é mais informal que as outras. Eventos para o público interno são excelentes formas de propagar o conhecimento e colocar os funcionários como agentes de mudança.

Práticas como happy hour já são adotadas em algumas empresas, e transformá-la em algo além da confraternização é uma ação muito inteligente.

Associe o momento de descontração com compartilhamento de experiência: oferecer petiscos durante a apresentação de algum case de sucesso é um exemplo desse tipo de atitude.


Esperamos que esse texto tenha ajudado a entender a importância de compartilhar conhecimento no ambiente de trabalho e tenha fornecido dicas e ferramentas para colocar as dicas em práticas.

Caso queria saber mais sobre o assunto, você pode ler este outro artigo nosso sobre A Importância da Comunicação no Ambiente de Trabalho.

Assine a nossa newsletter e acompanhe o nosso blog para continuar atualizado nas principais tendências que vão fazer toda a diferença na sua empresa.

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Como dar aulas online e conseguir uma renda extra com EAD?
Como monetizar vídeos no Youtube: a verdade nua e crua

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.