Um blog sobre planejamento,
gestão e otimização de cursos
e treinamentos online.

Fique por dentro de atualizações e novidades e potencialize seus resultados.

Acompanhe e faça parte!

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.

Como ganhar dinheiro na Internet?

Você sabe o que é um nômade digital? Em resumo, é aquela pessoa que ganha dinheiro na Internet e pode fazer isso enquanto viaja pelo mundo. Existem diversas maneiras de ganhar dinheiro na internet. Confira o nosso texto abaixo com algumas dicas.

como-ganhar-dinheiro-na- internet

Em tempos de crise, os números não mentem: são mais de 13 milhões de pessoas sem emprego. Enquanto a solução não chega, muitos estão encontrando meios mais criativos para garantir o sustento e terminar o mês com saldo positivo. Uma delas é usar a Internet a seu favor, aproveitando as oportunidades que ela oferece para ganhar dinheiro. 

Motivos não faltam para buscar o sustento através de meios digitais. Sua principal vantagem é poder ser um “nômade digital”, termo que ganhou bastante popularidade nos últimos anos. Ele descreve o profissional que pode trabalhar de qualquer lugar contanto que tenha uma conexão de qualidade. 

A pessoa não precisa estar presente fisicamente no escritório e pode exercer sua atividade onde preferir.  E mesmo quem não busca flexibilidade pode se beneficiar de trabalhar na Internet, fazendo seus próprios horários e atingindo um maior número de pessoas do que conseguiria abrindo um negócio físico.  

Neste artigo, separamos algumas maneiras de como ganhar dinheiro na internet como, por exemplo:

Gostou das nossas opções? Então que tal pegar o papel e a caneta e se preparar para as nossas dicas abaixo.

Cursos online

Quem busca empreender no mundo digital, encontra nos cursos online um mercado muito amplo e que, a cada dia, possui uma procura maior. Dados levantados pela Associação Brasileira de Educação a Distância apontaram mais 1,5 milhão de alunos inscritos em cursos livres não corporativos e 1,2 milhão em cursos livres corporativos. 

Quando se olha especificamente para cursos regulares de ensino a distância (EAD), esse número também é expressivo – são mais de 500 mil alunos espalhados pelo Brasil. 

A busca por cursos online vem tanto de pessoas físicas quanto de corporações. As empresas já estão fazendo parcerias com e-learnings para que seus funcionários tenham acesso aos conteúdos como forma de treinamento. 

Estima-se que as áreas de Recursos Humanos podem usar o meio digital para reduzir em até 60% seus gastos com qualificação e capacitação. 

Como ganhar dinheiro com cursos online? 

Aproveitando uma fatia dessa crescente procura, o primeiro passo é entender sobre qual assunto falar. Quem cria um curso online deve ser um especialista naquele tema e já ter se estabelecido como uma figura de autoridade no setor.

Em seguida, é preciso definir para quem falar. Isso pode ser feito traçando um público-alvo para servir como base para a criação da persona.

Depois, é preciso pensar no conteúdo. Quanto mais específico for o conteúdo, mais fácil será atrair as pessoas corretas. Se o objetivo é atingir um público-alvo mais sênior, tente apresentar tópicos mais aprofundados dentro do universo discutido.

Dessa forma, não adianta explicar o ABC do marketing digital. É preciso fazer uma análise mais diferenciada da questão.

O material é tudo o que o empreendedor digital tem; se o que for apresentado não agrada o público, o curso não vai para frente. Antes que colocar seu site no ar, apresente para pessoas e veja o que elas acharam.

Não fique na defensiva ou encare como uma ofensa pessoal. Críticas ou sugestões vão ajudar a calibrar melhor o tom ou dar um direcionamento melhor para o conteúdo abordado. 

Para entender com mais detalhes, leia nosso artigo sobre como criar um curso online e os passos do planejamento à venda.

Venda de infoprodutos

Já é ultrapassado e até mesmo errado dizer que o mundo digital trouxe mudanças significativas para a sociedade. O mais correto seria dizer que essas transformações mudaram completamente o modo como as pessoas passaram a consumir e a buscar conteúdo. 

Os livros e palestras presenciais agora disputam espaço com infoprodutos, materiais de informação disponibilizados 100% online. 

O formato digital tem benefícios inegáveis. Um deles é o seu alcance, infinitamente superior aos produtos físicos por não se restringir uma localidade específica.

Uma emissora de rádio, por exemplo, é limitada pelo alcance da sua antena e raramente consegue atingir um público maior do que uma cidade. 

Já os podcasts ultrapassam essa barreira e podem ser consumidos de várias maneiras, como streamings, sites e blogs específicos. 

O custo dos infoprodutos também chama a atenção de quem quer saber como ganhar dinheiro na Internet. De modo geral, é preciso muito pouco para investir nesse formato. 

Um exemplo bastante prático são os cursos online, que, como vimos no tópico anterior, tem grande procura. Se o especialista quiser fazer um workshop presencial, ele vai precisar pagar pelo aluguel do espaço, água, luz e um serviço de coffee break se o evento for longo. 

No online, isso muda: ele passa a precisar apenas de uma boa câmera e microfone, além do editor para tratar o material. Não deixa de ser um custo, claro, mas é bem menor e o retorno é maior. Ao alcançar mais pessoas – de outras cidades e até mesmo de países diferentes, aumentam suas chances de lucro.

O melhor meio de começar a vender infoprodutos é através dos ebooks. Esse é o formato mais comum e de mais fácil preparação: escrever, revisar e diagramar. Os ebooks costumam ser utilizados para capturar leads ou venda de conteúdo. 

O primeiro caso se caracteriza como “escambo”, em que a pessoa baixa o material em troca de alguns dados. Já na venda, o autor disponibiliza o download mediante pagamento em uma plataforma própria ou de distribuição, como a Amazon. 

Programas de afiliados

Criadores de conteúdo de sucesso (mais conhecidos como digital influencers) costumam ganhar dinheiro através de parcerias com marcas. Tais acordos podem vir em formato de publipost, anúncios nos canais ou através de programas de afiliados

Esse último é um dos meios mais tranquilos de como ganhar dinheiro na Internet. 

Em um programa de afiliados, quem tem um site ou blog disponibiliza um espaço no seu domínio para propaganda de marcas, via banners ou texto. Esse espaço é linkado ao site e se o visitante entrar naquela plataforma anunciada e fizer uma compra, o criador de conteúdo ganha uma comissão em cima do valor. 

Esse controle é feito através de um código que já está embutido no próprio link. O trackeamento diz para a plataforma de onde aquela venda se iniciou. De forma automática, a comissão pré-estabelecida é direcionada para o afiliado a cada compra realizada. 

É importante ressaltar que a responsabilidade da entrega do produto é da plataforma, e não do criador. Este só faz a ponte entre o consumidor e o vendedor. 

Mas atenção: não basta encher o site de anúncios e torcer para que os visitantes cliquem e comprem. Todo digital influencer precisa criar uma conexão com o público para que o seu negócio dê certo, e o mesmo vale para os programas de afiliados. 

Não faz sentido ter um anúncio de um kit de ferramentas para carro em um blog de culinária. A presença de propagandas que destoam do conteúdo cria um efeito contrário, então é preciso ter uma curadoria sobre os tipos de anúncios que serão vinculados. 

Vincule anúncios no Youtube

Quem possui um canal no Youtube pode ganhar dinheiro através de anúncios. Para monetizar, é preciso cumprir alguns pré-requisitos, como ter mais de 10 mil visualizações no canal como um todo (isso é, todas as views somadas), ter no mínimo mil inscritos e pelo menos 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses. 

Outros critérios são: todos os vídeos postados devem ser adequados para anunciantes, o responsável pelo canal deve ter criado o material ou possuir os direitos autorais para usá-lo comercialmente e o material precisa seguir as políticas do Programa de parcerias do YouTube, os Termos de Serviço do YouTube e as Diretrizes da comunidade.

Com tudo isso cumprido, é preciso ativar essa opção. Basta fazer o login e selecionar o ícone “Estúdio de Criação”, localizado no canto superior direito. Depois, clique em “Canal, Status e recursos” no menu à esquerda e selecione a opção “Ativar” em “Monetização”. Siga as instruções na tela para aceitar os termos e condições do Programa.

O passo seguinte é se inscrever no Google AdSense, a plataforma oficial de anúncio da Google. Crie uma nova conta no site ou vincule uma já existente ao canal, e então resolva as questões referentes à retenção de pagamento antes de receber os ganhos. É preciso lucrar pelo menos US$ 100 para retirar o dinheiro.

Por fim, é preciso decidir quais serão os tipos de anúncio desejados nos vídeos. Com isso riscado da lista, faça a ativação automática de receita para todos os conteúdos publicados. Caso mude de opinião no futuro, é só alterar as configurações. 

Esses foram quatro meios comprovados de como ganhar dinheiro na Internet. Cada vez mais o meio online é a forma mais procurada de quem quer impulsionar sua carreira e ganhar aquela renda extra no fim do mês – ou até mesmo se bancar só com conteúdos digitais. 

A Edools usa o EAD para aumentar o acesso à educação de qualidade e despertar nas pessoas o melhor de si. E aqui você pode gerenciar, vender e distribuir cursos online de forma profissional. 

Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar o seu negócio!

Afiliados: tudo o que você precisa fazer pra ganhar dinheiro na internet
O que é e como se tornar um empreendedor individual?

Comentários (3)


  1. Abdullah
    22/10/2019 às 04:53

    Ter dinheiro

  2. Luís Costa
    02/11/2019 às 12:51

    Muito bom..
    Ganhe dinheiro (Bitcoin) com apenas uma página aberta: https://btcsurf.io/r/54956

  3. Felipe Soares
    04/11/2019 às 00:10

    otimo post parabens! aqui tambem tem varias outras ideias para ganhar dinheiro muito bacanas https://demitimeupatrao.com/negocios-rentaveis-com-pouco-investimento/

    espero que ajude tambem outras pessoas!

Deixe uma resposta

Seu e-mail está seguro. Vamos enviar apenas dicas relevantes para o seu EAD.