TUDO SOBRE EAD

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

3 formas para disponibilizar conteúdo e vender mais matrículas em cursos de EAD


vender mais matrículas

Com o crescimento acelerado da oferta de EAD no mercado, primar pela qualidade do que é oferecido ao público e lidar com a concorrência são focos de grande importância para o sucesso de uma instituição da área, não importa se ela está começando ou trabalha há algum tempo com essa modalidade.

Para conseguir esse equilíbrio e ainda impulsionar a venda de mais matrículas para seus cursos de EAD, a dica é estruturar seu relacionamento com o público-alvo, com ações que façam sua instituição presente na vida dos alunos em potencial. Isso deve acontecer mesmo no momento em que eles não estão em busca de um curso para que, quando quiserem um curso ou perceberem essa necessidade, sua instituição seja a escolhida.

O relacionamento com o público-alvo, de forma constante e não invasiva, faz parte da metodologia do Inbound Marketing e é fundamental tanto para atrair novos alunos, ou seja, vender mais matrículas, quanto para manter aqueles que já escolheram a instituição anteriormente. Uma maneira eficaz de cuidar desse relacionamento envolve a produção e a distribuição de conteúdos, com o intuito de preparar seu público até o momento certo de fechar a matrícula de um curso.

Neste post, escolhemos mostrar três formas diferentes de disponibilizar conteúdo para atrair possíveis alunos e vender mais matrículas. Para exemplificar, vamos levar em consideração que o intuito de uma instituição de EAD seja fechar mais matrículas em seu curso de gestão de projetos. Essa instituição já definiu sua persona para esse curso e começou a pensar em conteúdos para cada etapa da jornada de compra de um aluno em potencial.

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!

1 – Disponibilize conteúdos em um blog

Quando se fala em Inbound Marketing e a relação com produção de conteúdo, pensar em um blog já é quase uma reação automática. Embora o blog seja um dos canais mais simples de divulgação de conteúdo para começar, muitas empresas ainda não o exploram da melhor maneira. Um dos motivos mais comuns de isso acontecer no mercado de educação é o receio de compartilhar conteúdo gratuitamente, que muitas vezes pode ser visto como o produto das Instituições de Ensino.

O primeiro passo para usar o blog como uma ferramenta potencializadora para vender mais matrículas é entender que o conteúdo divulgado nele não é o todo da produção de uma instituição, mas sim uma parte reformulada para ser ainda mais atrativa. Por já ter conteúdo pronto, empresas do mercado de educação já ganham um passo à frente, então o foco deve ser na edição desses conteúdos.

O blog pode servir como a porta de entrada para sua instituição quando um possível aluno está na fase inicial da jornada de compra, descobrindo que tem uma necessidade, e também como a fonte de pesquisa rápida para novos conteúdos que um aluno ou possível aluno sabe que você pode oferecer.

Usando o exemplo da instituição de EAD que deseja fechar mais matrículas em seu curso de gestão de projetos, alguns temas para atrair podem abordar: a necessidade de conhecimento na área de gestão de projetos para conseguir melhores resultados na execução e entrega nas empresas; a procura de profissionais com esse conhecimento pelas equipes de contratação das empresas; além de outros temas mais específicos que serão abordados mais detalhadamente no próprio curso, como o trabalho com objetivos e riscos.

O blog também é um excelente canal para sua instituição usar as palavras-chave levantadas para a área de interesse e trabalhar o conteúdo focado em SEO para se destacar frente aos buscadores e aumentar as visitas orgânicas. Ou seja, alguém que está procurando por palavras ou expressões relacionadas à gestão de projetos poderá chegar até sua instituição e se tornar um aluno no futuro.

Vale destacar que no meio educacional o blog é uma ferramenta com potencial duplo, já que além de canal para atração de novos alunos, pode ser usado como auxiliar pedagógico no trabalho desenvolvido no ambiente de ensino e aprendizagem, inclusive para EAD, aumentando a interação do aluno com um tutor ou a própria instituição. Saiba mais sobre a importância do blog na educação aqui.

2 – Oferte um eBook no site da IE em troca de informações

O eBook é um formato de conteúdo rico que pode explorar de maneira mais ampla alguns assuntos já abordados no blog da instituição. Quando disponibilizado por meio de uma oferta, possibilita à instituição receber em troca do material informações valiosas de seus possíveis alunos. Como isso funciona?

Para conquistar, educar e fechar matrículas com os futuros alunos de EAD, a instituição precisa conseguir mais informações sobre eles, como nome, email, escolaridade, área de atuação no trabalho, entre outros aspectos que a IE julgar pertinentes para avançar na jornada de compra desse aluno em potencial e fazer a abordagem para o fechamento da matrícula.

Continuando o exemplo do curso de gestão de projetos, a instituição já abordou no blog temas como a importância do gerenciamento de projetos para empresas, agora pode unir os assuntos desses posts e acrescentar um glossário dos termos mais comuns nessa área, fechando assim um eBook. Ao disponibilizar esse eBook, a instituição pode ligá-lo a uma página de conversão, na qual esse possível aluno irá preencher os dados solicitados pela IE e receber o material.

Quando esse possível aluno acessa um eBook produzido pela sua IE, ele aprende mais sobre o tema e evolui seu interesse no curso que sua instituição de EAD irá oferecer. Esse tipo de oferta auxilia a vender mais matrículas, pois prepara um potencial aluno para fazer a escolha do curso, já eliminando suas dúvidas na fase da pesquisa, facilitando o fechamento.

Se você já mostrou ao aluno em potencial como o mercado precisa de profissionais com conhecimentos em determinado assunto e o auxiliou a saber mais sobre essa área, quando chegar a hora de mostrar que sua instituição oferece esse curso e pode ajudá-lo a se destacar, ele terá mais certeza ao clicar em “matricular-se”.

3 – Use o email a favor da instituição

Algumas instituições acham que o email é um canal para enviar newsletter, boletos e algumas promoções. Esse canal serve para esse tipo de informação, sim, mas não apenas para isso. O email é um excelente canal para manter uma comunicação personalizada com os alunos e possíveis alunos da instituição, compartilhando informações relevantes, ajudando a responder dúvidas, resolver problemas e alimentar seu público, que se disponibilizou a deixar o contato com sua instituição, até ele estar preparado para fechar matrículas em seus cursos.

Com as postagens no blog e a produção de eBooks, a instituição já possui mais assuntos para abordar com sua base de contatos, que pode ser segmentada por interesses, para o envio de emails direcionados a cada grupo, conforme as interações feitas com os materiais disponibilizados.

Para continuar com o exemplo, ao lançar o eBook sobre gestão de projetos, a instituição pode enviar email para a base que já possui avisando sobre esse material. Dessa base mais ampla, os alunos em potencial que baixarem o eBook por esse meio, ou da divulgação em outros canais, já podem ser considerados outra segmentação, que receberá outros emails com indicações de materiais da instituição relacionados ao assunto, como posts complementares, templates, infográficos, diferentes eBooks etc.

O email também pode ser o canal para envio do convite para o curso sobre gestão, depois da nutrição dessa base e o avanço dos alunos em potencial na jornada de compra. Ele será o canal para ajudar os possíveis alunos a não esquecerem sua instituição. Então envie emails com consistência e com conteúdo pertinente, objetivo e atrativo.

Se sua instituição de EAD tem receio de como usar o email, este post pode ajudar com ideias simples e funcionais.

Conclusão

A disponibilização de conteúdos pertinentes é uma forma eficiente de atrair alunos, reter os que já confiam em sua instituição e, assim, vender mais matrículas. Conheça o público de sua IE, mantenha um relacionamento constante e não tenha medo de explorar diferentes meios e formatos para oferecer as informações que os possíveis alunos precisam para chegar até você.

Use o Marketing Digital para ampliar seus resultados e o alcance da EAD ao público.

Como emitir notas fiscais de cursos online?
Como vender cursos online: o guia completo

Conteúdo VIP

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Sobre Michelly Fogaça

Formada em jornalismo pela Universidade Estadual Paulista - Unesp/Bauru, trabalha com o mercado educacional desde 2012 e hoje atua como especialista em conteúdos para Educação na Resultados Digitais.
Ver todos os posts de Michelly Fogaça

Deixe uma resposta